Série Souls - Wallpaper por Lagrie


Em 2 meses os jogadores terão acesso ao quinto game da série Souls. A série, que começou com o Demon’s Souls e ganhou o Bloodborne como um “membro honorário” saiu da obscuridade a um dos principais jogos deste ano, por conta do boca a boca na época de Demon’s Souls. A divulgação informal dos jogadores, sobretudo por sua dificuldade até então excruciante, fez com que o primeiro Dark Souls viesse fazer um enorme sucesso nos consoles, evoluindo a fórmula e com mais acesso dos jogadores (por ser multiplataforma).

Decidi então separar alguns momentos marcantes do ponto de vista de um editor de conteúdo. Apesar de ter um certo fanboyzismo, os momentos ficaram marcados na mente dos jogadores, com alguns dias inacreditáveis, outros não. Vamos lá? Vamos!

O vídeo da TGS do “Project Dark”



Em uma época onde o Demon’s Souls já tinha caído nas graças do público e dos nossos leitores, o vídeo gravado na Tokyo Game Show trazia os elementos característicos da série, como a câmera, movimentação…muitos já sonharam com uma continuação de Demon’s Souls, mas com o anúncio posterior do Dark Souls, a gente nem ligou muito.

Pois afinal de contas, o jogo teria o mesmo estilo! Ah, a Firelink Shrine soou bem diferente do que vimos acima…

Bartholomew!

De todos os vídeos e anúncios que a Bandai Namco e a From Software fizeram, este sempre será o melhor, a menos que a Bandai faça algo memorável em um (quem sabe…) Dark Souls IV.

Apesar da música pop atual contrastar com o ambiente medieval da série, o vídeo praticamente é um resumo glorioso do jogo: dificuldade extrema, inimigos marcantes, locações, e momentos que, à primeira vista, não tem o menor sentido. Mas ao jogar, e rever o vídeo acima, você lembra de cada parte do jogo. E da frase clássica da série: Prepare-se para morrer!

PS: nem tudo é o que parece ser no vídeo! Mas não vou comentar muito por ser spoiler!

O anúncio de Dark Souls II do Videogame Awards

Em uma época onde a Bandai Namco conseguia fazer segredo de um novo jogo da série (logo depois ela nunca teve muito sucesso nessa tarefa), o trailer de anúncio de Dark Souls II no Videogame Awards marcou. Com um estilo bem gótico, achei que era um novo jogo da série Dragon Age, e acredito que pouquíssimos jogadores associariam logo de cara com um game da série Souls, até o nome do jogo aparecer na tela e chocar o mundo.

Mas para quem tinha ouvido potente na época para entender as falas do narrador, e tivesse com a premissa do primeiro game na cabeça, conseguiria identificar. A questão dos Undeads/Mortos-vivos amaldiçoados

O vazamento do Project Beast

Antes de se tornar Bloodborne, a internet entrou em polvorosa com o “primeiro jogo da série Souls” 100% next-gen.Na época a gente teorizou de tudo: um novo game da série Shadow Tower, quem sabe uma sequência de Demon’s Souls, um “Beast Souls”, e tem um tópico memorável do Neogaf, que simboliza perfeitamente o “hypetrain”. Pois poucos jogos gerariam quase 60 páginas de comentários em apenas…1 dia!

Hypetrain Série Souls

O Hypetrain nunca pode parar!

Visuais até então impressionantes, cenários ambientados em uma cidade gótica… considerei como uma mistura entre Anor Londo e a Tower of Latria em ambientação. O título Bloodborne é estranho, mas acredito que foi a solução da Sony para não ter problemas de distribuição com a Atlus, que ainda mantém o controle de Demon’s Souls aqui no Ocidente, e com uma IP inédita a Sony conseguiria explorar com mais segurança.

Apesar de não estar no nome, muita gente considera o Bloodborne como membro da série Souls. Por mais que a jogabilidade esteja mais ágil com a eliminação dos escudos, é um representante legítimo, tem visuais embasbacantes e serviria um pouco de preparação dos jogadores para a série Souls. Pois o jogo é mais acessível do que os anteriores.

“The Know” e o vazamento de Dark Souls III

Com uma incredulidade absurda por parte dos fãs mais fervorosos da série, o Dark Souls III foi marcado inicialmente pelo vídeo do “The Know”. Um canal de vídeos aparentemente desconhecido por muita gente de fora dos EUA ganhou os holofotes, com eles divulgando imagens e infos legítimas do game. As locações foram confirmadas depois, nem todas as infos foram confirmadas até então (sacrifício de inimigo para gerar um Bonfire?) e a Bandai Namco deve ter odiado o vazamento.

O anúncio do jogo na E3 2015 perdeu o impacto, mas não perdeu o hype dos jogadores. Hoje os fãs da série sempre querem ver novas estórias e locações, mas ainda assim os jogadores sempre retornam aos jogos anteriores da série. Pois os games conseguem aliar a diversão, desafio e imersão, e isso importa muito nos videogames hoje em dia!

Série Souls - Wallpaper por Lagrie