1001 Video Games You Must Play Before You Die (1001 Jogos Para Jogar Antes de Morrer) é mais um livro da série que já listou 1001 livros, filmes, discos e até mesmo cervejas! Neste volume, o editor-chefe da revista Edge, Tony Mott, apresenta uma extensa lista de jogos que por diversos motivos devem estar em sua lista para jogar antes de morrer.

A idéia é listar não somente os melhores jogos de todos os tempos, mas também aqueles que tiveram uma grande importância histórica (como o clássico Pong que fez um enorme sucesso em bares e fliperamas) ou jogos experimentais e independentes que trouxeram inovações à indústria (como Cursor*10 e Canabalt). 



Numa área que evolui tão rapidamente como a indústria de jogos, um livro deste tipo pode ficar desatualizado bem rapidamente. Mas como se trata de um livro recente, há um capítulo completo dedicado somente a jogos lançados em esse ano. Ainda que jogos mais recentes como Red Dead Redemption e Halo: Reach tenham ficado de fora, ao menos deu tempo de incluir grandes títulos como Heavy Rain e Mass Effect 2.

A lista foi elaborada por mais de trinta profissionais do jornalismo de video games. Os jogos são organizados em ordem cronológica, com cada capítulo representando uma década da história dos jogos digitais. Essa abordagem é interessante pois oferece uma boa ordem de leitura e evita comparações entre jogos da lista e possíveis reclamações por um jogo aparecer à frente de outro.

No começo de cada capítulo há uma breve lista dos principais destaques e novidades introduzidas em cada década. A seguir, os jogos são apresentados com um texto descrevendo seu funcionamento, sua importância  histórica, algumas curiosidades sobre cada jogo e uma ficha técnica contendo ano de lançamento, plataformas, gênero e desenvolvedora. Grande parte das descrições é acompanhada também por belas ilustrações coloridas que ajudam não só a relembrar jogos mais antigos mas também a entender do que ser trata alguns jogos obscuros da lista.

Para facilitar a consulta, o livro apresenta um índice em ordem alfabética e um outro no final separando os jogos por produtora. Dessa forma, é bastante simples encontrar um determinado jogo ou mesmo consultar se ele foi ou não incluído na seleção. Estes índices podem ser usados também para marcar quais jogos que você já jogou, uma vez que o livro não traz uma seção específica para isso.

As resenhas são repletas de pequenas curiosidades que representam um ponto alto do livro e uma rápida leitura já é suficiente para adquirir um pouco de cultura gamer. Por exemplo, você sabia que alguns dos primeiros jogos em cores, como o Breakout, na verdade tinham uma saída gráfica monocromática e uma tela com tiras coloridas para dar a impressão de cor?

O livro usado nesta análise é a versão original britânica, que tem a capa mole com a ilustração do Space Invaders. Esta edição pode ser encontrada à venda aqui no Brasil em algumas lojas, como a Siciliano, por um preço bem camarada (cerca de R$65). A edição americana em capa dura será lançada nesta terça-feira (dia 26) e é a versão mais fácil de encontrar nas lojas nacionais, porém o preço é um pouco mais alto e o livro ainda está em pré-venda. Assim como outros livros da série, é bem possível que este ganhe uma edição nacional traduzida. A questão é quanto tempo esta tradução pode demorar. Para quem não tem dificuldades com o inglês, eu recomendo investir no original mesmo. De qualquer forma, é um livro recomendadissímo e indispensável na biblioteca de qualquer jogador.







Apoie o Select Game pela tag da Epic Store


Se você curte o Fortnite, gostou deste artigo e/ou usa a Epic Store, apoie a gente, para continuarmos com o nosso trabalho! Use a tag RODRIGOFGLIMA dentro do Fortnite ou na loja da Epic Store.

Apoie um criador Select Game