Assassin's Creed IV - Black Flag

Nesta segunda-feira surgiram os previews de Assassin’s Creed IV: Black Flag em diversos sites internacionais, com muitas informações sobre o próximo game da Ubisoft. Mais um game da série, tendo um jogo todo ano nos consoles e PCs tradicionais, e alguns spin-offs em outras plataformas, como o PSP e PS-Vita. O risco da série saturar é grande e o Assassin’s Creed III teve opiniões tanto positivas e negativas dos jogadores e da imprensa especializada, e como o game vendeu muitas cópias, a Ubisoft, por ser uma empresa grande, tem cacife financeiro e muitos estúdios à disposição, o que também aumenta o risco do game ter problemas por serem estúdios em diversos locais do mundo. Segundo o UOL Jogos, são 8 estúdios internos trabalhando no game: Ubisoft Montreal liderando, com os estúdios de Annecy (França), Bucareste (Romênia), Kiev (Ucrânia), Quebec (Canadá), Singapura e Sofia (Bulgária).

Ainda segundo o UOL Jogos e o Kotaku, o Ashraf Ismail, diretor de desenvolvimento do quarto game, comentou o game está sendo feito na AnvilNext, a mesma engine de Assassin’s Creed III, e o desenvolvimento se iniciou no segundo semestre de 2011. O enredo foi escrito por Darby McDevitt, que também escreveu o roteiro do Assassin’s Creed – Revelations. Já sobre o gameplay, os previews citam que o game será mais aberto e as missões de assassinato terão mais possibilidades de execução, igual aos primeiros games da série. Teremos 50 locações, desde ilhas tropicais, cavernas, cidades, selvas e outras locações, com tesouros escondidos e aventuras para o jogador. As cidades principais são 3: Havana, Nassau e Kingston. Segundo o IGN, Havana é semelhante a Veneza (em termos de ênfase vertical), Nassau é a casa da “chamada” República dos Piratas e Kingston é muito perigosa, sendo uma cidade dos britânicos.



Assassin's Creed IV Black Flag

Assassin’s Creed IV acontecerá em 1715 (século XVIII), com o já confirmado Edward Kenway, pai de Haytan Kenway, personagem que aparece no início de Assassin’s Creed III, e avô do Connor (personagem principal do AC III). Edward é um jovem britânico sedento por perigo e aventura que deixa a posição de corsário da Marinha Real para cair na pirataria assim que a guerra entre os grandes impérios chega ao fim. Ele também é egoísta, convencido e carismático, típico de um pirata, e logo ele se vê envolvido na luta entre os Assassinos e os Templários. Ele também lutará tanto contra e ao lado de outros inimigos conhecidos da história, como o famoso Barba Negra, Benjamin Hornigold, Anne Boonny e Calico Jack, durante a famosa “Era de Ouro da Pirataria”. Eventos históricos também serão vivenciados, e eles querem dar o “tratamento HBO” na direção de arte, com o game sendo mais “visceral”, “sujo” e realista, igual nas produções históricas do canal a cabo. Sobre os eventos históricos, citando o Kotaku:

Eles estão pegando referências da história real, dizendo que vamos vivenciar o naufrágio da armada espanhola de 1715, o ataque a 42 navios portugueses e que vamos ficar presos em uma ilha deserta com o verdadeiro pirata Charles Vane.

E já que estamos falando de piratas, outro elemento que voltará aprimorado são as batalhas com navios, que estavam em menor quantidade no Assassin’s Creed III. O navio principal de Edward é o Jackdaw, que poderá ser aprimorado, reparado e customizado e o jogador terá de gerenciar e recrutar a sua equipe de marinheiros, para ajudar a derrubar outros navios. Em alto-mar, o jogador poderá subir no topo dos mastros e usar lunetas para localizar potenciais alvos, vendo também a carga que eles estão levando e se será difícil o confronto entre eles. Durante as lutas com navios o tempo e a física terão influência direta nos combates, incluindo tempestades geradas dinamicamente. São diferentes classes de navios, incluindo os “chargers”, que, segundo o Kotaku, é “uma embarcação pequena com um arco forte que será enviada para bater direto com você”. Também terá um sistema de “procurado” similar ao da série Grand Theft Auto, com navios cada vez maiores aparecendo para dificultar a vida da tripulação.

Assassin's Creed IV Black Flag Guerra Naval

Também não haverá qualquer interrupção ou telas de loading entre o combate naval e embarcar/desembarcar do navio, e o jogador poderá atacar os navios inimigos de qualquer ângulo, podendo enfraquecer ele com os tiros de canhões e invadir o convés inimigo com cordas arremessadas com garras; ou os jogadores que curtirem ações furtivas podem contornar o convés e cortar a garganta do capitão silenciosamente.

Também será possível usar arpões e pescar baleias, mergulhar em outras locações e enfrentar tubarões a la Far Cry 3. Eles só não deram detalhes de como será o gameplay dentro d’água, mas será interessante ver este tipo de combate.

Assassin's Creed IV Black Flag

Em terra, teremos o combate clássico e as locações com casas e o retorno das torres altas para escalar, e os desenvolvedores comentaram que 60% do game será em terra firme e 40% no mar. O game será novamente de mundo aberto e não terá mais as barreiras da Animus para impedir determinados locais. Claro que certas locações serão inacessíveis de início, e segundo uma prévia do Videogamer, todas as locações estarão acessíveis desde o início, mas eles irão colocar navios mais poderosos, para dificultar a progressão inicial, e será necessário o jogador conseguir novos upgrades pro navio para poder ter mais poder de fogo e conseguir triunfar posteriormente. E o mundo será maior que nos games anteriores.

Já o enredo “na era atual” cita que a pessoa que irá vivenciar o Edward foi contratado como pesquisador, trabalhando para a Abstergo e fazendo pesquisas sobre a história do personagem. Não teremos novamente o Desmond Miles, dos games anteriores.

Assassin's Creed IV

Quanto ao multiplayer, eles não deram nenhum detalhe, citando apenas que “muitos modos de multiplayer presentes nos games anteriores irão retornar”. Espero que retorne todos os modos do game anterior e adicione outros, quem sabe um co-op maroto com fases e enredos similar ao da série Uncharted.

Assassin’s Creed IV: Black Flag será lançado para Xbox 360, Playstation 3, Wii-U, PC e Playstation 4, e provavelmente será lançado para o próximo Xbox, que deve ser anunciado ainda este ano. No dia 29 de outubro as versões de PS3, Wii-U e Xbox 360 estarão disponíveis, e ainda não tem nenhuma data de lançamento para as outras versões. Eles não deram muitos detalhes das versões para os novos consoles, apenas citando que nos novos consoles teremos visuais e física melhores e recursos de conectividade, com uma experiência solo que se beneficia de uma comunidade forte. Provavelmente na E3 teremos novas informações, junto com o anúncio da versão para o novo Xbox 360.

Abaixo tem uma galeria de imagens e artes conceituais, todas em alta resolução, junto com os trailers oficiais:

[nggallery id=572]

[Via CVG. Imagens via Edge, Destructoid e All Games Beta]







Apoie o Select Game pela tag da Epic Store


Se você curte o Fortnite, gostou deste artigo e/ou usa a Epic Store, apoie a gente, para continuarmos com o nosso trabalho! Use a tag RODRIGOFGLIMA dentro do Fortnite ou na loja da Epic Store.

Apoie um criador Select Game