Paganini Mixer

Em épocas de E3, ou mesmo antes dela, sempre foi difícil para a Ubisoft esconder informações sobre a franquia Assassin’s Creed. Sempre teve algum vazamento, que normalmente surgia no Kotaku, ou mesmo quando vazava uma foto e os sites replicam massivamente. O hype, algo que nem todo mundo curte, mas está sempre presente em uma série tão popular. Mas com o desgaste da série, culminando no Unity (bem criticado por muita gente) a Ubisoft teve de ceder, desanualizando a série. Tivemos o Syndicate e, apesar dele ter sido elogiado, a Ubisoft precisava apertar o freio, que ela fez prontamente, deixando o jogo novo para este ano.

Assassin’s Creed: Origins será o próximo jogo da franquia, já otimizado para a próxima geração de consoles. Segundo informações da Game Informer (que terá uma reportagem extensa do jogo este mês) o desenvolvimento começou antes do Unity e será bem otimizado para o Xbox Scorpio, novo console da Microsoft que será anunciado oficialmente em sua conferência, no domingo. O framerate no console será mais consistente que a versão para PC, mesmo em resolução 4K, mas a revista comentou que, pelos monitores serem pequenos, não dava pra poder avaliar melhor em um primeiro momento (algo que será prontamente feito na E3 e quando o console sair).

Então certamente o jogo rodará melhor no novo console, provavelmente também no PS4 PRO e no PC, com uma máquina robusta.



Como previsto anteriormente, Origins se passará no Antigo Egito, com Bayek, começando a história como Medjay (uma espécie de xerife) e tendo pouco mais de 30 anos de idade. Ele é o fundador da Liga dos Assassinos e o jogador poderá customizar a aparência sem alteração de status.

Assassin's Creed Origins - Bayek

O jogo terá muitos elementos de RPG, com pontos de habilidade e 3 estilos de jogo: Seer (Profeta), Guerreiro (Warrior) e Caçador (Hunter). O personagem poderá usar um escudo para refletir flechas (além de poder apanhar elas para uso próprio, com um arco), além de poder equipar dois arcos e duas armas de curto alcance ao mesmo tempo. Também poderá usar seus punhos nos confrontos, e poderá atirar várias flechas de uma vez, usando um camelo ou um cavalo (que poderão ser usados como montarias).

Já o game promete ser mais dinâmico, com jogabilidade com natação embaixo d’água e tesouros que poderão ser encontrados em profundezas e locais com navios naufragados, ou mesmo ruínas abandonadas. Os animais poderão atacar uns aos outros ou atacar o jogador, exigindo que ele seja cauteloso em suas explorações, mas ele poderá usar isso à seu favor.

Assassin's Creed Origins - Animais

Os combates serão em tempo real e estilo livre, sem a mecânica de contra-ataques. Haverá um medidor de adrenalina que aumenta enquanto o jogador luta. Quando o medidor encher, o jogador poderá executar um ataque bem poderoso.

Assassin's Creed Origins - Sistema de Combates

Já a mecânica da lâmina oculta permanecerá, mas com algumas mudanças: o jogador não poderá mais usar a lâmina oculta para matar um inimigo com um único golpe caso ele seja mais forte, e com isso o jogador deverá melhorar o equipamento durante o jogo.

Assassin’s Creed: Origins se passará no período da dinastia Ptolomaica, durante a ascensão e o reinado de Cleópatra e em cidades como Mênfis e Alexandria. O enredo está sendo guardado a sete chaves pela Ubisoft, mas provavelmente teremos algo bem interessante. Haverá outro personagem jogável, mas não foi revelada pela revista, mas os rumores anteriores citam um personagem do sexo feminino. Não foi mencionado se terá trechos do jogo na Era Moderna, o que poderia significar um reinício da franquia, mas ainda é difícil afirmar como que o jogo retratará todas as questões referentes ao Animus e Abstergo.

Assassin's Creed Origins - Combate Montado em Camelo

A movimentação será livre, onde tudo será escalável, desde montanhas e rochas. O jogador poderá domesticar animais e haverá um sistema de equipamento onde jogadores podem melhorar partes específicas do equipamento criando materiais. O jogador também encontrará itens lendários no jogo, o nível máximo será 40 e o jogador poderá usar uma águia (chamada Senu) que marcará objetos. O sistema de navegação será similar ao Skyrim e Horizon: Zero Dawn, terá também uma arena com batalhas de gladiadores e quebra-cabeças mais desafiadores e com menos interruptores.

Não foi mencionado nenhuma modalidade de multiplayer. Quanto aos DLCs, quem fizer a pré-compra terá acesso ao pacote “Segredos das Primeiras Pirâmides” e, como está sendo adotado por muitas empresas, terá uma Season Pass. Abaixo tem as scans da Game Informer, trazendo as primeiras imagens do jogo. Assassin’s Creed: Origins será lançado em 27 de outubro, e por hora ainda não tem plataformas divulgadas, mas provavelmente o jogo será lançado para Xbox Scorpio, PC, PS4, PS4 PRO e o Xbox One.

Assassin's Creed Origins - KeyArt HD

Assassin's Creed Origins - Revista Game Informer 01

Assassin's Creed Origins - Revista Game Informer 02

Assassin's Creed Origins - Revista Game Informer 03

Assassin's Creed Origins - Revista Game Informer 04

Assassin's Creed Origins - Revista Game Informer 05

Assassin's Creed Origins - Revista Game Informer 06

Assassin's Creed Origins - Revista Game Informer 07

Assassin's Creed Origins - Revista Game Informer 08

Assassin's Creed Origins - Revista Game Informer 09

Assassin's Creed Origins - Revista Game Informer 10

Assassin's Creed Origins - Revista Game Informer 11

Assassin's Creed Origins - Revista Game Informer 12