Paganini Mixer

Demon's Souls

Muito bem Sony, você conseguiu. Temos um game bem relevante este mês como principal na Playstation Plus americana. Claro que muitos podem não concordar muito com a inserção de Demon’s Souls na listagem de games gratuitos da Plus, mas o game foi uma das maiores surpresas da geração atual. Criado pela From Software e distribuído nos EUA pela Atlus, se não fosse pelo seu sistema de saves e de punição extrema, o game seria apenas “mais um” RPG medieval, mas caiu na boca do povo, trazendo um sistema visceral e com um alto fator de “recompensa”.

Quem é leitor antigo já sabe que falamos muito do game no Select e nos comentários de muitos posts, mas se você não é, vamos a um resumo básico: o game faz salvamentos a todo instante, e todas as ações do game “ficam” na progressão, fazendo com que o jogador administre os erros para continuar (se quiser). Ao matar inimigos nas fases, ele ganha almas que podem ser usadas para consertar equipamentos, comprar equipamentos e ítens diversos e evoluir. Se o jogador morre, os inimigos voltam regenerados (incluindo os chefes) e o jogador perde “temporariamente” as almas, voltando pro último checkpoint (uma Archstone que está no começo daquele estágio). O game dá uma chance pro jogador recuperar as almas voltando ao ponto onde morreu, mas se ele falhar na tentativa, já era: a almas são perdidas pra sempre. O game virou cult por conta do jogador realmente aprender a jogar e ter cautela, sempre aparecendo a dúvida: continuo avançando e entrando naquela sala escura (por exemplo), ou volto para gastar as minhas almas para refazer o caminho novamente depois, com os inimigos de volta? Questões que aparecem na mente do jogador, até ele saber todos os perigos da fase e de como triunfar, e a sensação de triunfo vem mais nesse tipo de jogo do que em games mais normais, que são “mais fáceis”.



Depois que ele pega os macetes do game, não é tão difícil progredir, mas acaba sendo uma progressão meio lenta. Outros jogadores desistiram, alguns não curtiram, outros perseveram e alguns inserem o game na lista dos melhores da geração. Estou no grupo deste último, e com o game na faixa na Playstation Plus americana fica mais fácil conhecer o game e cogitar a aquisição de Dark Souls, novo game da From Software e uma evolução notável no gênero e contendo o mesmo sistema de gameplay. Mas estou falando demais dos jogos da série Souls, vamos falar mais das adições da Plus, tanto nos EUA quanto na Europa.

Além do Demon’s Souls, teremos gratuitamente nos EUA o seguinte:

  • SOULCALIBUR: Broken Destiny (PSP e que roda no Vita – preço normal: US$ 39.99);
  • Malicius (PS3 – preço normal: US$ 9.99)
  • Labyrinth Legends (PS3 – preço normal: US$ 9.99)
  • Zombie Tycoon 2: Brainhov’s Revenge (lançamento em 30 de abril para PS3 e PS Vita – Cross-Buy e Cross-Play. Preço normal: US$ 9.99)

Games que serão retirados do catálogo americano:

  • 2 de abril – Spec Ops: the Line (PS3)
  • 9 de abril – Street Fighter IV Arcade Edition (PS3)
  • 16 de abril – Anomaly: Warzone Earth (PS3)

Também teremos diversos descontos nos conteúdos de Walking Dead da Telltale e a EastAsiaSoft também estará promovendo descontos nos games da série Soldner-X (altamente recomendado para quem curte jogos de navinha/shmups) e o Rainbow Moon.

Jogo Preço Normal Desconto normal (PSN) Desconto para assinantes da Plus
The Walking Dead Season Pass 19.99 14.99 10.49
The Walking Dead – Episódios Individuais (2 a 5) 4.99 3.99 2.99
Rainbow Moon 14.99 9.99 7.99
Rainbow Moon Premium Bundle 18.99 10.99 8.79
Rainbow Moon Melodies 4.99 1.99 1.59
Bundle: Söldner-X: Himmelsstürmer e Söldner-X2: Final Prototype 14.99 7.99 6.39
Söldner-X2: Final Prototype 9.99 4.99 3.99
Söldner-X2: Final Prototype Complete Bundle (Jogo + DLC) 12.99 6.99 5.59
Söldner-X: Himmelsstürmer 7.99 3.99 3.19
Söldner-X: Himmelsstürmer Soundtrack 3.99 1.99 1.59
Söldner-X2: Final Prototype Soundtrack 4.99 1.99 1.59

Playstation Plus

Já a Playstation Plus europeia está equivalente com a americana. O destaque vai para o Okami HD, que tem o mesmo preço do Demon’s Souls (US$ 19.99) e teremos o The Cave (que já está disponível na Plus americana), além do Senhor dos Anéis: Guerra no Norte. Confira a listagem:

  • 3 de Abril: Okami HD (PS3)
  • 3 de Abril: Lord of the Rings: War in the North (PS3)
  • 3 de Abril: The Cave (PS3)
  • 10 de Abril: Zero Escape: Virtue’s Last Reward (PS-Vita)
  • 24 de Abril: Thomas Was Alone (PS3/PS-Vita)

Games que serão removidos do catálogo europeu:

  • 3 de abril: Mass Effect 3 (PS3)
  • 3 de abril: Mortal Kombat (PS3)
  • 3 de abril: Guardians of Middle Earth (PS3)
  • 10 de abril: Metal Gear Solid HD Collection (PS-Vita)
  • 24 de abril: Puddle (PS-Vita)

Ainda assim, se puder, recomendo assinar as 2 Plus, pois são games diferentes que eles disponibilizam todos os meses e alguns meses surgem games top, como o Sleeping Dogs e o Mass Effect 3 na Europa, além dos jogos mais “normais” que estão desde o começo, como LittleBigPlanet 2 e inFAMOUS 2. Alguns leitores não gostam muito da Plus, por ser um sistema “de aluguel” de jogos, pois ao deixar de ser assinante os games não ficam mais disponíveis pro jogador. Mas a Plus não é só isso: ela oferece descontos maiores para muitos games quando aparecem as promoções (e nesse caso os jogos ficam definitivamente, mesmo não renovando a Plus depois), tem update de saves pra nuvem, acesso exclusivo a betas (mais raro, mas acontece às vezes) e outros. Claro que nem todos os jogos são “top de linha”, mas sempre surgem games decentes e que não são facilmente adquiríveis por aqui. Se o jogador não gostar, só não renovar depois, mas a Plus tem muitos incentivos para continuar a assinatura depois, e acabei renovando a Plus americana. Na europeia farei em breve a assinatura anual, e teve jogos que nem consegui aproveitar direito nesse meio tempo: o valor “teoricamente baixo” dos 60 dólares acaba sendo muito baixo se for comparar a quantidade de games e descontos que surgem durante o ano.