Resident Evil - Revelations 2 - Claire e Moira - Index 2


Resident Evil - Revelations 2 - Claire e Moira - Index 2

A Capcom brasileira conseguiu um feito notável: trazer o Resident Evil Revelations 2 jogável no evento. Previsto para o início de 2015 e em formato de episódios, a BGS foi o segundo evento onde o game estava jogável, depois da Tokyo Game Show 2014, que ocorreu algumas semanas atrás. A demonstração já inicia pouco após o início do jogo e já com as 2 protagonistas: Claire Redfield (que esteve presente em Resident Evil 2 e no Code Veronica) e Mora Burton, estreante na série e filha do lendário Barry Burton. Elas foram raptadas e levadas para uma instalação prisional em uma ilha, e com isso elas deverão se unir para sobreviver.

Pode-se dizer que a série meio que perdeu o fator “survival horror” levando para uma pegada mais de ação, e o Revelations 2 veio para trazer de volta a essência da série. Só que a demonstração da BGS, talvez por conta do ambiente, não conseguiu proporcionar muito a sensação de medo (pois no dia que testei não tinha fones de ouvido, o que melhoraria bem a imersão), e pelas filas do evento, acabei tentando finalizar a demonstração rapidamente, saindo correndo pelos cenários sem pensar num susto que poderia acontecer. Em um determinado momento a Claire tenta pegar uma chave com um cadáver de um agente penitenciário, mas o corpo cai no chão e ela arruma uma escada para descer em um pátio. No corpo ela consegue arrumar a primeira pistola e um cinto de utilidades básico do policial. Então o jogo já oferece a troca de personagens e, com Moira, você pode usar uma lanterna para localizar objetos no cenário, achando a chave e com isso a Claire tem de atirar para a chave cair no chão e pegar a arma.



Então a ação começa, com os primeiros inimigos aparecendo, e pela quantidade minúscula de balas disponível, você acaba tendo de fugir pra não morrer, e posteriormente consegui encontrar a primeira erva, curando a Claire, que estava com vida baixa depois dos combates iniciais. A Moira também poderá ajudar com suporte e, durante a progressão ela terá uma crowbar (pé de cabra) que poderá abrir portas fechadas com toras de madeira, e atacar inimigos com dano melee. A lanterna da moça também será útil para achar ítens escondidos no cenário quando estivermos em locais mais escuros, que poderão ajudar na progressão

Sobre o visual do jogo, ele impressiona bastante no PS4, e certamente as versões next-gen e PC terão gráficos bem impressionantes, dos cenários, inimigos e das protagonistas. A demonstração da BGS demora um pouco pra engrenar, mas depois o jogo já começa de verdade, pois com elas tendo as armas e equipamentos básicos, então teremos de escolher entre enfrentar os inimigos ou fugir, e provavelmente fugir será uma alternativa mais viável pra poupar munição. Os sustos estavam ausentes, mas acho que após as primeiras partes que teremos mais ocasiões com sustos e combates com inimigos. De suporte, a Moira também poderá cegar os inimigos com a sua lanterna, mas acho que no decorrer da ação será mais difícil trocar de personagem para fazer essa ação, e para a troca acontecer, as duas devem estar próximas, pois se elas estiverem mais distantes, você terá de localizar a outra e trocar, e nesse momento tem um pequeno delay. Até o momento a Capcom anunciou que teremos apenas co-op local com tela dividida, mas bem que eles poderiam fazer o co-op online, que seria um plus tremendo pro jogo.

Resident Evil: Revelations 2 será lançado para PS4, PS3, PC, Xbox One e Xbox 360. Será um dos principais lançamentos do início de 2015 da Capcom, junto com o Resident Evil HD.