Paganini Mixer

No final de novembro, teremos uma das datas mais importantes do varejo, que é a Black Friday. Varejistas de todo o mundo, tanto das lojas físicas e digitais, estarão fazendo ofertas regulares, e será uma ótima hora pra fazer aquele sonhado upgrade no PC, ou mesmo adquirir um novo console.

A área de games, apesar de estar chegando perto do final de geração, está com muitas opções de jogos e hardware, principalmente com os serviços de assinatura (como o Xbox Game Pass, tanto no console e nos computadores), barateando bastante o preço e deixando-os mais acessíveis. Mas, é aquele negócio: você opta por uma assinatura mensal e, por outro lado deixa de ter posse física dos games, focando mais na diversão com os amigos.

Com a Black Friday chegando, muitos jogadores já estão de olho tanto em melhorar, trocar o PC inteiro ou mesmo adquirir um console novo. Eu já tenho um PS4 e hoje, com a ajuda da NVIDIA, tenho um PC que consegue rodar os principais games com qualidade máxima para a maioria, mesmo em Full-HD. Aliás, você pode ponderar muitas coisas na hora de fazer o upgrade: será que vale mais a pena uma TV, monitor 4K ou focar em um que tenha HDR? Ou ficar só em Full-HD mesmo e focar os investimentos nas peças auxiliares ou em jogos que você pode comprar tanto na Black Friday ou mesmo nas promoções de final de ano. Vai depender de como é o gosto do jogador, e talvez ele opte mais por um multiplayer maroto com amigos, ou focar em jogos mais longos, como RPGs, alguns de ação e aventura (como o recente Death Stranding), entre outros.



O PC que aumentou a minha produtividade no trabalho e nos games

Nos últimos anos, eu fiz diversos upgrades no meu PC, aumentando bastante a minha produtividade, além de eliminar muitos problemas que eu tinha. Por exemplo, hoje em dia é essencial ter o sistema operacional instalado num SSD (memória flash), já que com isso o tempo de inicialização fica praticamente instantâneo, reduzindo o tempo de espera. Você também pode, se quiser, desligar o PC quando estiver longe e religá-lo logo em seguida (desde que você passe algum tempo significativo longe do computador).

Na placa de vídeo, se você cogitar algo de baixo custo, uma GeForce 1660 SUPER lançada recentemente, atenderá bem às suas expectativas. Mas, se você tem um poder aquisitivo maior, vá direto pra linha RTX, com arquitetura Turing. Com os jogos ganhando o Ray Tracing em tempo real, as placas trazem suporte a isso, oferecendo gráficos estupendos. Control, o recente Call of Duty: Modern Warfare, Battlefield V e o Minecraft- no caso deste último, ainda sem suporte, mas terá em breve. O visual impressiona demais, sendo praticamente uma nova geração gráfica.

World of Warcraft - Enfrentando o Arquimonde no evento de 15 anos
World of Warcraft

Outro jogo que eu instalei no SSD foi o World of Warcraft, da Blizzard. Como o MMO eu jogo com muita frequência, ter redução de carregamento se torna uma vantagem pra preparação do personagem (por exemplo, antes de ir numa masmorra mítica+) ou mesmo pra retornar em alguma raide, caso a sua conexão caia repentinamente.

Além disso, como o jogador acabava retornando bastante pra algumas locações-chave (como Dalaran e Boralus) ou trocando de personagens com os alts, o SSD se torna obrigatório para os jogos (inclusive para outros, como games de tiro, Battle Royales como o Fortnite, etc). Na próxima expansão do World of Warcraft (Shadowlands), terá um novo “hub” principal chamado Oribos, no qual provavelmente teremos locais-chave das mecânicas de expansão, similar ao que acontece hoje com Boralus e Dazar’alor. Mas, por ora teremos de esperar pelas novidades da expansão, que será lançada em 2020.

Eu também consegui um teclado da Logitech, com o modelo C913 Carbon. É o meu primeiro teclado mecânico e estou gostando bastante dele, com um tempo de resposta excelente. Com isso, tive uma melhora tanto nos jogos como no trabalho, sem precisar pressionar tanto as teclas. Com um software da Logitech eu consigo customizar as cores das teclas, além de programar quais permanecem ativas, melhorando bastante a jogabilidade.

Os jogadores de MMO também podem ficar de olho em mouses gamers, alguns com boas opções de DPI e bateria com longa vida útil (como o Pulsefire Dart, da HyperX). Ou comprar um com 12 botões, caso queiram programar os comandos de um MMO no próprio mouse.

Tipos de Teclados para você analisar

Para quem procura um mouse ou teclado pro PC, muitas vezes o jogador, inicialmente, acaba comprando periféricos de lojas locais, com peças mais baratas. Só depois, com mais conhecimento técnico e comentários nas redes sociais, que passa a cogitar a compra de algo mais caro. Nos teclados, por exemplo, existem diversas opções. No entanto, hoje em dia dá pra classificar em 2: os teclados mecânicos e os de membrana.

Os de membrana são os teclados mais tradicionais, que funcionam por meio de indução de corrente elétrica através das “almofadinhas” de plástico de cada tecla. São mais silenciosos. mas tem durabilidade menor.

Já os teclados mecânicos (como o que eu uso) têm durabilidade bem maior. Segundo o Tecnoblog, eles “funcionam por meio de switches embaixo de cada tecla, parecidos (mas não iguais) com os que existiam nas antigas máquinas de escrever”.

“De acordo com o tipo de switch, o teclado pode fazer mais ou menos barulho e ter uma resposta mais ou menos demorada ao toque.

Se gastar um pouco mais não for um problema, a indicação é investir em um teclado mecânico. Eles são bem mais duráveis e confortáveis de usar. Podem fazer um barulho extra, mas escolhendo o switch certo, isso não será um problema.”

Deve ser analisada, ainda, a questão do “ghosting”, também conhecido como “teclas fantasmas”, já que um teclado bacana consegue registrar mais de um comando ao mesmo tempo. Ele é medido pelo atributo “Key Rollover” e, quanto maior esse atributo, mais teclas ele consegue registrar ao mesmo tempo.

Logitech G513 Carbon - Foto 01
Teclado da Loghtech G153 Carbon

Ainda segundo o Tecnoblog, o atributo mede quantas vezes as teclas são pressionadas ao mesmo tempo:

“Basicamente, o Key Rollover mede quantas vezes várias teclas do teclado conseguem ser registradas na tela, ao serem pressionadas ao mesmo tempo. Teclados comuns oferecem entre 1 ou 2 Key Rollover (1/2KRO). Acima disso, as teclas apertadas a mais não aparecerão no display ou o teclado registrará teclas que não foram tocadas. Esse efeito é conhecido como Ghosting, algo como “teclas fantasmas” – adaptando para o português de forma livre.

Teclados de maior qualidade costumam vir com um sistema integrado de Anti-Ghosting, com um mínimo de 6 Key Rollover (6KRO). Para games, um teclado com um número maior de KRO melhora o desempenho do periférico em jogos que necessitam que várias ações sejam executadas de forma rápida e ao mesmo tempo, como em um MOBA ou MMO, por exemplo.” (via Tecnoblog)

Também podemos citar a “retroiluminação” que, dependendo do teclado, oferece customização completa das teclas, com o jogador escolhendo a cor específica, ou mesmo escolhendo uma configuração pré-definida. Alguns modelos fazem a letra brilhar, outros ficam brilhando na parte de baixo. No software da Logitech, o jogador pode baixar o perfil de um game e, aí, ele seta cada tecla nas cores específicas.

Tipos de ofertas pra ficar de olho na Black Friday

Como citado, existem diversas ofertas que você pode ficar de olho na Black Friday, desde placas de vídeo, periféricos ou mesmo nos games. As principais lojas digitais farão promoções marotas, a exemplo do KaBuM!, e com isso é recomendado esperar, caso você tenha interesse em algum game.

The Division 2, por exemplo, já ganhou diversas promoções ao longo do ano e, até mesmo a Ubisoft e o Steam, devem fazer suas promos. Para os donos de consoles, a Black Friday pode ser interessante pra pegar jogos pela metade do preço, ou com um valor ainda mais camarada, ou mesmo renovar a Xbox Live e a PlayStation Plus, adicionando mais tempo de assinatura.

The Division 2 Imagem Screenshot PS4
The Division 2

Para os jogadores de PC, depende muitos de como você pretende fazer o upgrade. Tem apenas 4 GB de RAM? Compre alguns pentes de memória pra ter 16 GB. O HD tem 1 TB, mas você quer mais desempenho? Invista num SSD com quase a mesma quantidade de GB e, caso o orçamento permita, também compre um HD maior. Vai seguir na área de criação de conteúdo? Analise câmeras e placas de captura, caso você jogue bastante num console, além de acrescentar um pouco de decoração pro seu estúdio.

Jogos recomendados para adquirir na Black Friday

Para os games, depende muito do gosto dos jogadores e do que eles pretendem jogar neste final de ano. Hoje em dia, muitos preferem aquela opção que tenha um tempo de vida útil maior, para justificar o preço. Neste caso, eu poderia recomendar jogos como o Red Dead Redemption 2, GTA V (por ter o multiplayer), jogos de RPG (como Final Fantasy XV) e, até mesmo, jogos de luta que hoje recebem muito suporte regular.

Mortal Kombat 11, por exemplo, está com um sistema de temporadas, na qual  o jogador pode conseguir novas roupas para os personagens. Até mesmo jogos como o Street Fighter V e o SoulCalibur continuam recebendo novos conteúdos, desde personagens e roupas.  Claro que, muitas vezes, são conteúdos pagos, mas se o jogador gosta bastante de um jogo, ele acaba comprando alguma skin para um personagem.

Outro game interessante, que voltou a ser bem comentado, é o Monter Hunter World. Com o lançamento da versão Iceborne, são dezenas de horas a mais que o jogador pode desbravar, tanto sozinho ou em co-op com mais jogadores. Difícil dizer se a expansão já entraria em promoção, mas são grandes as chances do game-base ganhar uma promoção marota.

Para quem curte RPGs isométricos tem o Diablo III, aproveitando o hype para o Diablo IV. A versão Eternal Edition, que inclui também a Ascensão dos Necromantes, veio com todo o conteúdo da Reaper of Souls, incluindo as temporadas, nas quais, de tempos em tempos, o jogador pode criar um personagem novo e buscar recompensas extras para a sua conta, como transmogs, ícones, etc.

Para os jogadores que gostam de multiplayer visceral, a melhor opção de diversão é Overwatch, também da Blizzard. Apesar da queda do número de jogadores online, o game tem muita diversão e ainda é fácil encontrar partidas (desde que seja no PS4, Xbox One ou no PC). Além disso, o game sempre tem eventos e o modo Arcade, com opções extras de modos de jogo. Torço pra Blizzard aproveitar a Black Friday e, com isso, deixar o game gratuito por 1 semana pros jogadores testarem. Assim, você pode dar uma olhada antes de adquirir o título.

Nos MMOs, há 3 opções: World of Warcraft, The Elder Scrolls Online e Final Fantasy XIV: Shadowbringers. O WoW tem uma opção básica de baixo custo, na qual você pode adicionar tempo de jogo e jogar até o nível 110, incluindo acesso ao WoW Classic. Provavelmente, a expansão Battle for Azeroth ganhará uma promoção, ideal inclusive pra quem curte o jogo, mas não chegou a comprar a expansão, até então.

O Elder Scrolls Online chegou a ter esta semana um free trial nos consoles e PC, e sempre entra em promoção nas lojas digitais, com a versão básica que já contém muitos conteúdos. O MMO da Bethesda não precisa de mensalidade. Já o Final Fantasy acaba sendo mais caro. No entanto, caso você tenha interesse, pode baixar o free trial pelo Steam e testar o game até o nível 35, além de aproveitar depois as promoções, em algumas expansões. Dos 3 MMOs, o World of Warcraft é o mais acessível, por estar totalmente em português e ter servidores voltados ao público brasileiro.

Elder Scrolls Online
The Elder Scrolls Online

Nos games de corrida, pode ser uma boa hora pra adquirir o Gran Turismo Sport  a um preço bem mais em conta do que o seu valor normal, de R$ 79,99. Apesar do jogo ser totalmente online e precisar de conexão constante, muitos gostam da pegada da série. O game tem recebido, com frequência, carros e pistas (como Spa-Francorchamps) e também é possível disputar online com outros corredores. Mas, caso você tenha um PC de ponta ou um Xbox One, o Gamepass se torna uma excelente alternativa, já que você pode baixar o Forza Horizon 4!

Faça uma lista de compras desde já!

Com a Black Friday chegando, muitos jogos entram em promoção, e pode ser até que um lançamento tenha um desconto maroto, com opções de cashback em alguns varejistas (onde você recebe um valor de volta, usando em outros produtos), frete grátis, etc. O ideal também é que os preços dos jogos fiquem abaixo de R$ 120, ou mesmo 100 reais para jogos recentes e, no caso dos títulos da Sony, ficar bem abaixo dos R$ 79,99.

Agora, caso você queira se precaver e não comprar algo que não tenha um desconto interessante, é ideal fazer uma lista de compras numa planilha (no Excel ou pelo Google Spreadsheets), marcando os preços nos principais varejistas e fazendo comparações. Alguns portais provavelmente vão listar ofertas marotas, mas terão varejistas que podem acabar inflacionando um preço de um eletrônico, pra fingir um descontão.

[Foto de topo por Karol D, via Pexels]