Dark Souls II

Depois do surgimento das primeiras imagens de gameplay de Dark Souls, eis que apareceu um trailer maroto com 1 minutinho de duração focando nos cenários. Um trailer mais “artístico”, por assim dizer:



Também foi o dia em que o IGN publicou o primeiro vídeo de gameplay, que você também pode conferir abaixo. Esse sim é bem mais interessante, mas como sei que muitos não vão assistir para não estragar a surpresa no jogo, então podem acabar pulando o vídeo. Mas tudo bem.

Fazendo a análise rápida (e clássica), do gameplay apresentado (não consegui captar direito as nuances e explicações do pessoal da From Software no vídeo), foi interessante mostrar também a HUD: temos a barra de energia, stamina, armas/magias e no lugar do medidor de “humanidades” tem aquela “meia-lua” que parece um mecanismo interno de um relógio. Tentei escutar o vídeo mais atentamente e eles aparentemente não comentaram sobre as mudanças de HUD, apenas comentando que o game terá um sistema de jogabilidade mais simples, e deve ser o mesmo sistema da série: poucos comandos, ataque, defesa, golpe mais forte e as palavrinhas mágicas dos hardcores que conseguem matar muita gente nos combates entre jogadores: o tal do parry e o backstabbing. Sobre a “luazinha”, ainda é um mistério, mas eu poderia chutar no retorno das tendências de mundo, tendo mudanças nos inimigos dependendo do “clima” e do estado do mundo no game. A luazinha amarela pode significar um mundo neutro, e poderemos ter outras variações que podem ter mudanças no comportamento dos inimigos e outros detalhes gráficos. Ou, quem sabe, até mesmo mudanças climáticas!

Eles também querem ter um game com gráficos mais realistas e envolventes, e neste eles introduziram mais efeitos de destruição de cenários, um lance que eu não reparava muito na série: alguns momentos no vídeo vimos que no golpe do grandalhão que parece uma Tartaruga Ninja (Copyright Caio Corraini) ele destruiu parte de um pilar, e em outro momento um outro monstro enorme quebra a parede (que aparenta estar preso) depois que ele tomou uma flechada na testa e ficou irritado. Me pergunto se teremos inimigos pacíficos no game, o que seria uma introdução interessante na mecânica: atacar tudo primeiro, ou perguntar primeiro? Esperar a investida do inimigo desconhecido que poderia dar o bote ou sair atacando? Questões que surgem, mas que não quer dizer muita coisa, mas jogos mais antigos tem inimigos pacíficos, desde o Final Fantasy XII, um World of Warcraft e o recente Skyrim.

Dark Souls II

O gameplay também mostra a parte da ponte que comentei anteriormente, e nesta temos dezenas de dragões que sobrevoam um castelo (e não apenas 3 dragões). Ao atravessar a ponte um deles rasga as cordas, causando a queda do personagem (e com isso a morte certa). Nesse momento eu tentei entender o que os produtores estavam dizendo, mas parece que eles não deram muitos detalhes, e com isso veio na mente outro detalhe: os cenários também dariam respawn? A parede quebrada do inimigo pode acabar ficando permanentemente, mas e a ponte? Se a ponte é a única opção para ir lá, e ela for pro beleléu, então não teria mais a chance de ir lá? Teremos um mecanismo para nos transportar pra lá sem a ponte? Poderemos montar num dragão e sair voando por aí? Claro que essa última é bem improvável, mas se no Skyrim isso foi introduzido depois, porquê não teríamos isso também no Dark Souls II? As possibilidades são inúmeras!

Agora, um lance comentado numa matéria do IGN é que o local pode ser a Painted World of Ariamis, um dos mundos de Dark Souls e que existe dentro de uma pintura. No Dark Souls:

Dark Souls

No Dark Souls II:

Dark Souls II Bridge

Dark Souls II

E se a pintura na verdade fosse um portal para a localidade? Aparentemente o Dark Souls II é ambientado após o primeiro jogo, e pode ser que na época de Dark Souls a localidade estava em clima de inverno, estando em outro hemisfério do mundo, e em Lordran estava no verão. Pode ser que no Dark Souls II as estações do ano sejam diferentes como no mundo real, e o clima mais favorável pode ter atraído todos aqueles dragões que estão sobrevoando o local. Segundo informações do vídeo de Q&A que eu peguei no Neogaf (não consegui assistir o vídeo por conta do player do IGN ser bem ruizinho) os dragões serão um “elemento chave do enredo”, mas eles não deram detalhes sobre isso.

Ainda sobre as informações do Q&A, a questão do game ser mais acessível é que, como foi comentado anteriormente, eles querem deixar o game com mais “clareza”, enfatizando os conceitos internos e deixando mais “claro” pros jogadores iniciantes entenderem. Nesse ponto só jogando pra conseguir entender o objetivo deles, e provavelmente certos elementos terão explicações mais detalhadas, tipo o conceito das covenants, que não é bem explicado também no primeiro jogo.

Dark Souls II

Já a questão do enredo, eles irão manter o sistema básico da série: olhar os pequenos detalhes e imaginar a estória da localidade, algo que já foi comentado anteriormente num post do Kotaku Brasil. Ou a “falta do enredo”, tendo ainda poucas conversas. Eu gostaria de ver mais conversas, e que o game fosse mais claro no sentido de explicar o mundo, ter mais pessoas pelo caminho, alguma vila de descanso, etc. Algo mais “normal” para um RPG. Muitos jogadores curtem esse esquema do game ser “mais impenetrável” e mais melancólico, mas não sou lá muito observador para ficar reparando nos detalhes do local para imaginar o que aconteceu, mesmo sendo um fã da série. Por um lado pode até gerar mais discussões nos fóruns, mas por outro o game pode acabar fazendo com que o jogador saia por aí pesquisando as coisas na internet toda hora novamente, o que nem sempre é maneiro, dependendo. Na análise do primeiro Dark eu fui criticado por não ter entendido muito bem essas nuances do mundo e do game ter um enredo provavelmente interessante, e o Dark Souls II pode acabar indo pelo mesmo caminho de ter um enredo sem muitas explicações. Claro que eu achei interessante o corredor cheio de quadros pintados das pessoas, e pode ser que eu acabe mudando de ideia e aproveite melhor os games com essa nova visão de mundo.

Abaixo tem mais imagens que eu capturei do vídeo do IGN e outras que peguei no Neogaf, do trailer curtinho que está acima.

[nggallery id=594]

Agora que o gameplay foi revelado, provavelmente nos próximos meses teremos mais informações sobre o game. Acredito que na E3 teremos o game para os jornalistas testarem por lá, e aí será interessante analisar os vídeos e as diferenças de gameplay entre os jogadores. Claro que acaba tirando parte da surpresa do game, mas quando eu via os vídeos normais do Dark Souls antes do lançamento, isso não eliminou muitas surpresas que eu tive pelo caminho. Tudo vai depender mais de como que o jogador pode querer (ou não) absorver as informações que forem aparecendo, e a From Software não é muito de divulgar muito o game justamente por conta disso. Já a data de lançamento ainda é um mistério, mas eu gostaria de ver o game sendo lançado esse ano, ou quem sabe no primeiro semestre de 2014.

Dark Souls II será lançado para Playstation 3, Xbox 360 e PC.







Apoie o Select Game pela tag da Epic Store


Se você curte o Fortnite, gostou deste artigo e/ou usa a Epic Store, apoie a gente, para continuarmos com o nosso trabalho! Use a tag RODRIGOFGLIMA dentro do Fortnite ou na loja da Epic Store.

Apoie um criador Select Game





Paganini Mixer