Dark Souls - Guia de Sobrevivência - Banner


Vamos ao guia inicial de Dark Souls III, seguindo a tradição do Select Game de comentar muito sobre um novo lançamento sádico da From Software e da Bandai Namco! Claro que algumas dicas de Dark Souls II também são válidas para o terceiro game, mas decidi fazer uma abordagem mais sucinta e rápida, com o post sendo atualizado com o tempo com outras informações que irei coletar na versão PS4.

O jogo é um RPG visceral e em terceira pessoa, com componentes online e com alto nível de dificuldade, por oferecer inimigos implacáveis, locações indigestas e com a falha e superação previstas em seu cerne. Morrer contra um inimigo não é frustrante: faz parte de sua progressão! Pois aí você estará mais calejado, e saberá certinho qual locação é mais indigesta, estando mais preparado para ir lá e dar o troco!

Lembrando que o guia tem alguns spoilers da aventura, e com isso recomendo ler por sua conta e risco! Você também pode ler a nossa análise da versão para PC neste link!



Dicas Iniciais

Bonfires

São um dos poucos pontos seguros de cada mapa, caso não tenha um inimigo vindo na sua cola. O bonfire é uma espécie de checkpoint, onde você irá retornar quando morrer durante a sua progressão (voltando sempre ao bonfire que foi acessado por último), e são neles onde o jogador poderá recuperar a energia e “Pontos de habilidade” (a barra azul, similar à mana de Demon’s Souls), recarregar os 2 Frascos de Estus (Estus Flasks).

Só que ao sentar em um bonfire para recarregar as energias, inicialmente todos os inimigos da área irão retornar, com vida cheia, tendo de enfrentar eles novamente depois. E diferente do Dark Souls II, que tinha um contador de raspawn nos inimigos, aqui eles sempre irão reaparecer. Apenas alguns inimigos especiais e os chefes não retornam após o jogador ter conseguido derrotar eles.

Dark Souls III - Bonfire de Firelink Shrine

Fast Travel entre bonfires

A habilidade “Warp”, surgida inicialmente com o Lordvessel do primeiro Dark Souls, estará presente desde o início do game, onde, ao ativar um bonfire, será possível fazer um teleporte para outros bonfires já ativados pelo jogador. Particularmente útil para cruzar grandes distâncias e poder voltar a outras locações para fazer novas explorações ou mesmo “farmar” um pouco de almas adicionais. A vantagem deste é que haverá sempre um link para o Santuário do Elo de Fogo/Firelink Shrine em cada menu da Viagem rápida.

Dark Souls III - Viagem Rápida

Evolução do Personagem/Levelling

Em Dark Souls III temos o clássico modelo da “moça dos níveis de experiência”, presentes em todos os jogos da franquia. Para ficar mais forte e gastar as suas almas, é necessário ativar o bonfire do Santuário do Elo de Fogo/Santuário Cinéreo (Firelink Shrine) e conversar com a Guardiã do Fogo, que sempre estará lá.

Dark Souls III - Guardiã do Fogo

Mas há um detalhe importante. Posteriormente no jogo outros NPCs podem oferecer a chance de conseguir upar sem precisar de almas. Mas isso ativará questlines específicas e eventos especiais, e com isso recomendo usar por sua conta e risco.

Enfrente 1 inimigo de cada vez

Apesar de Dark Souls III ter muitos inimigos em grupos, a recomendação é ir com cautela e nunca enfrentar diversos inimigos ao mesmo tempo! Em locações normais, avance lentamente e quando um inimigo te avistar e sair correndo na sua direção, espere até ele chegar para começar o combate. Se enfrentar mais de 1 ao mesmo tempo aumentam as chances de você não dar conta e eles podem usar alguma brecha na sua defesa para te atacar.

Cuidado também ao recuar. Se não souber onde está pisando, você pode cair de uma plataforma e morrer automaticamente, dependendo da altura.

Gaste todas as suas almas antes de ir para um local desconhecido

Regra de ouro! Se não quiser se frustrar demais, torre toda a sua “grana” antes de ir para um local desconhecido ou para uma batalha contra um chefe! Ao morrer, você perderá todas as almas, e com isso você terá uma segunda chance para recuperar aquele montante. Se você morrer de novo, o montante se perderá para sempre e gerará outra poça de almas, provavelmente com menos almas do que a anterior (ou mais, caso você tenha feito um co-op antes).

Você pode torrar a sua grana com os vendedores do Santuário ou evoluindo alguns níveis. Se você estiver próximo de avançar algum nível de experiência, farme um pouco e gaste depois, evoluindo mais um nível.

Dica: Se você morreu num chefe e gerou uma poça com uma quantidade elevada de almas, você pode recuperar as suas almas ao entrar na sala do chefe, pegar as almas e saindo rapidamente da sala, usando um Osso de Regresso (Homeward Bone). Assim você poderá usar as almas para outros fins, e depois voltar ao chefe com mais tranquilidade. Mas essa dica só funciona se você estiver sozinho. em co-op essa opção estará desativada, e o jogo também tem a opção do milagre “Regresso”, mas recomendo o uso do item, por ser mais eficaz e mais rápido.

No começo o custo do item é de 500 almas e aparenta ser “caro”, mas posteriormente esse montante é um ótimo investimento quando você quer recuperar mais de 10 mil almas. Você compra o item com a Senhora do Santuário, que fica no corredor onde está o ferreiro.

Dark Souls III - Serva do Santuário

O novo “Frasco de Estus de Cinzas”

Também chamado de “Ash Estus Flask” na versão americana, este frasco azulado tem o mesmo esquema dos frascos de Estus de vida. De cor azulada, ele recarrega a barra de habilidade/mana, sendo bastante útil dependendo da build que o jogador escolher.

Com o ferreiro do Santuário, o jogador poderá setar a quantidade de frascos de Estus de energia e magia, alterando sempre que ele precisar de ter uma quantidade específica de alguns frascos específicos:

Dark Souls III - Realocação de Estus

Weapons Arts

A novidade em Dark Souls III é o sistema de “weapon arts”, ou habilidades das armas. O sistema adiciona golpes especiais com as armas físicas, gastando um pouco da barra de habilidade/mana. Dependendo da habilidade do jogador, ele pode usufruir do sistema a seu favor, usando golpes mais poderosos.

O jogador ativa essa habilidade com o L2 (PlayStation 4) ou o LT (PC, com o controle do X360), tendo de estar com a arma empunhada com as 2 mãos (no caso usando Triangulo ou Y, no PC).

Mas acredito que esse sistema não será tão utilizado em buids de melee, talvez por conta do jogador ainda preferir o sistema clássico, ou economizar a barra de mana para usar magias ocasionais, como um milagre de cura.

Utilização de Magias, Milagres, Sortilégios e Piromâncias

Com o novo sistema de habilidades das armas e da barra de mana, o game fica mais flexível com as builds mágicas e físicas/melee. Como de praxe na série Souls, o jogador poderá usar as magias, milagres, sortilégios e piromâncias, mesmo que ele tenha escolhido uma build inicial específica e queira também usar novos recursos. Aí bastará ele upar alguns requisitos, como Conhecimento (que aumenta os slots disponíveis pelo personagem), Fé (para Milagres) e Inteligência (Magia). Aí bastará ter equipado um cajado, talismã ou a luva de piromância para usar uma magia específica.

Agora, caso você queira usar o recurso de deixar a arma com alguma habilidade mágica (por exemplo deixar a espada flamejante ou com atributos mágicos temporariamente) o jogador deverá usar o equipamento na mão esquerda, usando a arma na mão direta (ou vice-versa) para que o personagem sete a magia na arma.

Mas lembrando que nem todas as armas poderão ganhar habilidades extras: se você já setou uma espada com algum elemento no ferreiro (usando uma Jóia de Fogo, por exemplo) o jogador não conseguirá setar uma magia em uma espada que já tenha, por exemplo, elemento de escuridão, tendo apenas 1 elemento ativo. Para ele setar um elemento ele deverá usar uma arma “neutra” (mas ela pode estar afiada, por exemplo).

Co-op, o braseiro e a condição de morto-vivo

Em Dark Souls III temos o mesmo esquema da condição de “vivo-morto” dos anteriores, mas com um item inédito (e similar a Human Effigy do anterior): o Braseiro (Ember). Se o jogador estiver morto, ele não poderá pedir ajuda com o modo co-op, mas ao usar o Braseiro, ele fica “vivo”, tem uma barra de HP maior e pode desde chamar outros jogadores para fazer co-op ou ter a porta aberta para invasões.

Como os braseiros são limitados, o jogador pode farmar eles com os Knights de capa vermelha de Lothric (mas a taxa de drop é baixa) ou com os inimigos de “olhos vermelhos”, que aparecem em determinadas locações. Só que se prepare, que essa versão de inimigo é muito mais poderosa do que as versões normais, oferecendo combates altamente viscerais. Basta o jogador ter habilidade!

Observação importante: quando você estiver em co-op na condição de fantasma, seus frascos de Estus estarão na metade, e arredondados para baixo. Então se você tiver apenas 3 frascos de Estus de vida e 1 de Cinzas, e for ajudar no co-op, você terá apenas 1 frasco de vida. Para burlar umn pouco esse sistema você pode optar por realocar os Estus (2/2) ou procurar um Fragmento de Estus na Grande Muralha de Lothric (a primeira locação do jogo após Firelink), para poder ter 2 Estus Flask e conseguir, por exemplo, aguentar e chegar no chefe e sobreviver!

O espadachim da Uchigatana

Para builds físicas, o jogador pode conseguir uma excelente arma no começo do jogo, bastando matar o espadachim que fica na lateral do Santuário Cinéreo. Só que ele é muito habilidoso e pode acabar com você facilmente. A minha dica é do jogador fazer com que ele fique perto da borda do penhasco e desfira alguns ataques ou tente empurrar ele lá pra baixo. Caso ele morra, volte para o bonfire do Santuário, retorne à locação e você verá a arma no chão, perto da locação onde ele estava inicialmente:

Dark Souls III - Localização do Espadachim da Uchigatana

Dark Souls III - Penhasco inicial do jogo

Dark Souls III - Drop da Uchigatana - 01

Dark Souls III - Drop da Uchigatana - 02

A arma pede bastante Destreza (Dexterity), e aí caberá ao jogador se compensa ele avançar nessa build ou tentar uma build mista. Ele também pode melhorar a arma com o Ferreiro usando fragmentos de Titânia.

Até o patch de lançamento (1.03) o inimigo dropa os equipamentos mesmo que ele caia. Se posteriormente a From Software tirar essa opção, o jogador pode optar por recomeçar o jogo e tentar matar ele na raça, sem que ele caia no penhasco. Builds de ataque à longa distância são mais efetivas com ele, mas é sempre bom tomar cuidado: ele pode te matar rapidinho!

Progressão sem frustrações

Apesar da morte e da falha ser parte do cerne de Dark Souls III, o jogo não é tão difícil. O jogador pode inserir um sinal no chão e ajudar outra pessoa a progredir no mundo, conhecendo também a fase e não tendo perda de almas ao morrer. Jogar com o escudo empunhado a todo tempo também é recomendado e não se frustre se você morrer muitas vezes. Faça uma progressão cadenciada, não tão rápida, observe cada canto e esquina. Aos poucos você vai memorizando as posições dos inimigos, as rotas mais fáceis, irá abrir novos atalhos e pode voltar a um bonfire conhecido, ou mesmo ativar um novo.

Também tome cuidado com as mensagens deixadas pelos usuários, pois você lerá tanto mensagens legítimas e de amigos, quanto mensagens com trollagens, que pode ferrar com o jogador. Até que neste jogo não terá o problema de “destruir um baú legítimo que poderia ter um Mimic”, mas haverá baús traiçoeiros com Mimics. Observe o redor do baú, e se tiver poças de sangue em volta, fique cabreiro, acione o sinal no chão, observe como o outro jogador morreu e dê um hit. Se nada acontecer ao baú, então o baú é normal e seguro, mas se for um Mimic, você terá um confronto relativamente difícil, mas que renderá um bom item para o seu personagem.

Para os chefes, muitas vezes você poderá abrir atalhos, diminuindo o deslocamento, e o jogador poderá sair correndo na fase até chegar no chefe. Aí basta ele entrar na porta com névoa e abraçar o confronto com a cara e a coragem (e não morrer também!).

Pactos/Covenants

Como era nos jogos anteriores, é nos pactos/ covenants que estarão as diversas interações entre os jogadores. Teremos tanto covenants de ajuda, ou mesmo oferecendo possibilidades de luta entre os jogadores (PvP). Nessa parte, até o momento, o sistema está mais enxuto, tendo apenas uma White Sign Soapstone (que você compra da vendedora de Firelink Shrine por 500 almas) que você coloca no chão e pode ajudar alguém.

Agora, diferente dos jogos anteriores, a From Software optou pelo sistema de Bloodborne: o jogador não precisará mais voltar na locação do pacto para reativar um paco antigo, bastando equipar no menu a covenant, com ela sendo ativada logo em seguida.

Dos pactos, temos o clássico “Guerreiros da Luz Solar” (Praise The Sun!), as Sentinelas Azuis (que são invocados caso o host do mundo seja invadido, para você matar o black phantom invasor), e o de invasão, com o jogador podendo usar orbes limitados, ou ilimitado, após cumprir um requisito de maneira mais hardcore! Outros covenants poderão ser adquiridos durante a aventura, tanto de maneiras convencionais, quanto com provas de desafio, que envolvem tanto puzzles de percepção de cenários ou mesmo derrotar determinados inimigos.

Co-op com senha

Outra herança de Bloodborne, agora o jogador poderá fazer co-ops com amigos! Basta que os jogadores setem a mesma senha e combinar a localização onde o jogador poderá ativar a sua sign de invocação, com ela aparecendo logo em seguida. Pode demorar alguns segundos para que o jogador enxergue o sinal do amigo, o que é normal, já que o jogo tem de parear todos os jogadores em um servidor online

Caso você queira que eu te ajude tanto na versão para PC, quanto na versão de PS4 em algum chefe, a senha do Select Game é selectg. Lembrando que pode ser que eu não tenha bonfire ativo em determinada área e haverá horas que não conseguirei parear em determinada hora e dia, mas você pode me procurar aqui nos comentários deste post ou no Twitter e Facebook!

Dark Souls III - Co-op na versão para PC

_______________

Concluindo, caso você tenha alguma dúvida específica, não tenha medo e pergunte nos comentários! Só peço que tenha cuidado com spoilers e evite postar eles para não prejudicar outro leitor!

Minha progressão no PC é de cerca de 75% do jogo, e pretendo também jogar no PS4, para poder ter interação online e testar outras abordagens de builds. Este guia também será atualizado com novas informações no decorrer das próximas semanas!







Apoie o Select Game pela tag da Epic Store


Se você curte o Fortnite, gostou deste artigo e/ou usa a Epic Store, apoie a gente, para continuarmos com o nosso trabalho! Use a tag RODRIGOFGLIMA dentro do Fortnite ou na loja da Epic Store.

Apoie um criador Select Game