O desenho mais difícil que já fiz. Fazendo desde o começo até a finalização de canetinha chuto umas 12 horas, durante 10 dias. É também o segundo desenho de uma série de 5 que irei fazer pra uma exposição de desenhos que a escola de desenho está organizando e que deve ocorrer em Varginha em algumas semanas (o primeiro foi o Sonic). Por isso, o desenho acima foi feito num papel A3, uma folha maior que as folhas de papel A4 que uso normalmente (além disso, a imagem acima é num papel Canson de cor creme).

Antes de continuar, a imagem original da personagem Aya, do game Infinite Undiscovery:



Fazer este desenho foi um desafio elevado. Normalmente a gente faz um desenho de um tamanho similar ao do desenho original, mas neste eu tive de ampliar um pouco pra ficar do tamanho da folha (o que não aconteceu, mas ficou maior do que uma folha A4, se for comparar o tamanho do desenho com o tamanho da folha). Então defini o tamanho da cabeça e fui fazendo esboços pra definir o tamanho do corpo.

Esta foi a parte mais difícil. A cabeça da Aya estava bem definida e faltava o corpo. Depois de muito esboçar e apagar consegui definir mais ou menos o tamanho do corpo dela. Então parti pra fazer o tamanho do braço esquerdo, setar as pernas e definir a curvatura da ponta da mini-saia dela (perto da perna direita).

Então fui pra parte da boca, e vi que não seria nada fácil tentar replicar o desenho original. Depois de várias tentativas mal-sucedidas eu comecei a perceber a fragilidade do papel. Ele começou a descascar e uma hora vi que não dava pra continuar. Eu tinha perdido a folha.

Mas não perdi o desenho. Usando uma técnica de cópia (onde eu colori o verso da folha com lápis 6B, coloquei uma nova folha embaixo e fui traçando por cima (como se fosse uma cópia usando papel carbono)) mandei o desenho pra outra folha e continuei. Depois fui arrumando muitos erros até conseguir chegar num resultado ótimo, pelo que você pode perceber no desenho. Passei canetinha, deixei secar pra não ter risco de borrar e depois apaguei de leve o desenho, removendo o lápis e deixando apenas a canetinha.

Agora só falta colorir, mas isso será feito depois, e tentarei deixar o resultado com um nível elevado de qualidade, como faço com a maioria dos desenhos coloridos que eu posto aqui. A Rin e a Inoue mostram que to ficando bom nisso!

Quero ver também se pelo menos termino os outros desenhos da exposição durante as aulas. Os próximos fazer serão só desenhos que já fiz e aí irei ampliar, como a Rin e a adolescente com roupa de colegial. Ainda falta um, e existe a possibilidade de pegar o Ken do Street Fighter e fazer. Acho o personagem bem cool e sou muito fã da série Street Fighter, mesmo não ter jogado todos os games.

Por fim, se vocês repararem bem, vão ver que a mão direita dela está errada (no quarto dedo). Conversando com o Dauto, cheguei a conclusão de que ou o concept original está errado (e ela tem o dedo e o artista errou) ou no jogo mesmo ela não tem a ponta do dedo. Como acabei fazendo do mesmo jeito, vou deixar assim mesmo.







Apoie o Select Game pela tag da Epic Store


Se você curte o Fortnite, gostou deste artigo e/ou usa a Epic Store, apoie a gente, para continuarmos com o nosso trabalho! Use a tag RODRIGOFGLIMA dentro do Fortnite ou na loja da Epic Store.

Apoie um criador Select Game