Desligamento dos servidores/online de Demon’s Souls será global em 28/02

Poucas horas depois do anúncio japonês do desligamento dos servidores de Demon’s Souls, foi a vez da Atlus e da From Software também fazerem os anúncios oficiais. Sim, o jogo de RPG medieval do PlayStation 3 terá o desligamento do online também aqui no Ocidente em 28 de fevereiro, encerrando um ciclo de 8 a 9 anos onde o jogo continuava tendo o online funcionando, e com uma comunidade fiel.

Ou seja: não poderemos mais fazer co-op, invasões, trocar itens (algo que deve se intensificar pra galera que está querendo platinar mais facilmente) e deixar mensagens. Não considero como um triste fim, já que muitos jogadores sempre migram pras versões mais recentes dos jogos da série Souls, principalmente o primeiro Dark Souls, que continua online. Mas é complicado: existem custos pra ter servidores online, e chega uma hora que o custo fica maior do que o lucro da produtora naquele jogo, e por mais que as vezes alguma empresa realoque de outra fonte (já que não foi a primeira vez que tivemos essa possibilidade pro Demon’s, mas a Atlus se manteve de pé com o jogo) chega uma hora que é necessário prosseguir. O jogo continua totalmente jogável e é perfeitamente possível platinar sem tocar no online, mas é bem mais demorado, principalmente no farm de itens.

Demon's Souls - Nexus Statue Screenshot - PS3

Agora o sistema de tendências de mundo deve continuar, sendo mais fácil manipular as tendências de mundo offline, algo que muitos fazem pra platinar o jogo, deixando como “Pure Black”, e assim facilitar no drop da Pure Bladestone. Com os servidores ligados, apenas em alguns momentos que a Atlus setava os servers para algum tipo de tendência de mundo, como se fosse um evento sazonal. Sim, ela já fazia isso muito antes desse modelo ser popularizado em jogos como o World of Warcraft e o Overwatch. Chegava o Dia das Bruxas e ela deixava como “Pure Black”, e assim todos que jogavam tinha o jogo setado nessa dificuldade, aumentando a letalidade dos ataques dos inimigos. Flamelurker que o diga!

Fica sempre a dica: se você curtiu mesmo um jogo que tenha componente online, sempre busque fazer o máximo possível, ainda mais se tiver troféus/conquistas no meio. Como o sistema de troféus e conquistas devem se manter em consoles futuros da Sony/Microsoft (tem de ter um incentivo extra pra debulhar um jogo por completo) então é sempre maneiro mostrar pros amigos que você fechou um jogo 100%, ou adquiriu aquele troféu/conquista bacana. Um detalhe curioso da minha parte, é que o meu milésimo troféu foi de Demon’s Souls, onde eu matei o Blue Dragon.

Mas será que com o desligamento dos servers a gente poderia ter um remaster, com novos servidores? Complicado dizer, mas muita gente gostaria de ver isso acontecendo no PS4, mas a From Software mesmo já disse que quer seguir em frente com jogos diferentes. Mas ter um remaster, com novo servidor, faria muita gente migrar pro PS4 (caso não tivesse feito ainda), mas ainda tem o primeiro Dark Souls, que poderia também ganhar um remaster na plataforma. Pelo menos no Xbox One todos os 3 jogos estão disponíveis, com o primeiro sendo acessado via retrocompatibilidade.

Até logo, Demon’s Souls! Obrigado por ter trazido um online inovador, aliado à altíssima dificuldade do jogo ter virado cult! Foi com ele que tivemos a popularização da série Souls e de seus componentes de multiplayer. Um jogo medieval único, que não foi “só mais um” na multidão por conta de seu design. E para os platinadores de plantão, é a hora de correr neste final de ano/início de 2018!