Encontro de Tidus com Rikku. Fonte: IGN.

Vamos a mais um tipo de post que estou estreando aqui no blog: o Diário Gamer, onde vou postar, com regularidade, relatos dos games que estou jogando, e etc. Sei que muitos não vão gostar, mas eu não estou ligando muito para isto. Eu já pensei em fazer isso, mas larguei mão e depois que andei lendo o Vida de Gamer, decidi colocar este texto em prática.



Neste carnaval muitos conseguem jogar muito já que alguns não tem o trabalho para ir e para matar o tédio (caso eles não tenham ido pra farra) pegam um ou outro jogo para se distraírem. Tudo bem que eu tenho a internet, mas também tenho o videogame. O jogo escolhido foi o Final Fantasy X, onde estou chegando nas 20 horas de jogo. Então se você ainda não jogou e pretende jogar um dia, pare de ler o texto por aqui e troque de página (ou de post).

Ontem cheguei numa cidade chamada Guadosalam, e o Master Seymour pede a Yuna em casamento! Enquanto ela pensa a respeito, outros eventos ocorrem e cheguei em Farplane (segundo as pesquisas que fiz para este post é o local onde enviam os mortos), onde vi uma das animações mais espetaculares do jogo, que mostra o céu formando um rodamoinho de nuvens e depois uma série de cataratas. É impossível descrever a cena, vocês tem que ver para sentir a beleza da mesma:

Link para o feed

Agora, se a Yuna vai casar com o Seymour, isso não sei, mas pelo que andei vendo, esse cara não parece ser gente boa. Mas isso que é bom jogar sem detonados: você não sabe o que vai acontecer depois que você chega numa cidade, e acaba tomando um baque dependendo do trecho do enredo.

Agora cheguei em Thunder Plains, e este cenário me lembrou a expansão Espiral Temporal do Magic, onde algumas das cartas vermelhas tem pilares de pedra (montanhas):

Imagem (conceitual?) de Thunder Plains. Fonte: Final Fantasy Compendium

Imagem de uma montanha da expansão Espiral Temporal (carta de Magic – The Gathering). Fonte: Gatherer.

Esse local promete um desafio ímpar já que vira e mexe o Tidus é acertado por um raio e regride algum pedaço do local, fora as batalhas aleatórias e o sistema de melhora de armas, que aliás, merecem um texto a parte. Quem sabe no próximo post do Diário Gamer!







Apoie o Select Game pela tag da Epic Store


Se você curte o Fortnite, gostou deste artigo e/ou usa a Epic Store, apoie a gente, para continuarmos com o nosso trabalho! Use a tag RODRIGOFGLIMA dentro do Fortnite ou na loja da Epic Store.

Apoie um criador Select Game