disney star wars

Prepare-se para a bomba do dia! Segundo o UOL a Disney, empresa que hoje controla o Mickey Mouse, a Pixar, a Marvel e outras empresas, adquiriu a Lucas Film, empresa do cineasta George Lucas, por 4.05 bilhões de dólares. 100% das ações da companhia, e de quebra ela conseguiu todas as empresas que eram controladas pela matriz, desde a LucasArts (que está desenvolvendo o promissor Star Wars 1313 e que desenvolveu os games anteriores da série e as franquias “Grim Fandango e “Monkey Island, entre outros jogos), a Skywalker Sound e a Industrial Light and Magic (uma das principais empresas de efeitos especiais do planeta).

“Pelos últimos 35 anos, um dos meus maiores prazeres têm sido ver ‘Star Wars’ passar de uma geração para outra. Agora é hora de passar ‘Star Wars’ para uma nova geração de cineastas”, disse Lucas, justificando a venda

De quebra, a Disney anunciou o sétimo filme da série Star Wars, a ser lançado em 2015. No mesmo ano que o segundo filme dos Vingadores, o que pode gerar um faturamento enorme para a empresa. O primeiro filme dos Vingadores gerou mais de 1,5 bilhão de dólares em bilheteria, se tornando um dos filmes mais rentáveis da história. É meio off-topic comentar sobre filmes aqui, mas a informação é igualmente importante para o entretenimento em geral. E o conteúdo da franquia também será usado nos parques de diversões da empresa, em cidades como Orlando, na Flórida, além de Anaheim (na Califórnia), Paris (França) e Tokyo, no Japão. E ainda tem todo o merchandising que a série gera, com as centenas de milhares de fãs comprando quase tudo que é lançado na franquia.



Quanto aos games, segundo uma matéria no site da revista Edge, eles irão focar mais em games sociais e para celulares, mas eles não irão abandonar os consoles, podendo analisar as oportunidades. A empresa também cogita licenciar a marca para que outras empresas possam fazer games da franquia para consoles, o que pode ser bem interessante. Quanto ao Star Wars 1313 e o Old Republic, aparentemente nada será alterado nos planos de desenvolvimento, e, apesar de não ser um fã fervoroso da franquia, eu tenho muito interesse em jogar o próximo Star Wars, que pode sair só na próxima geração de consoles. Só o futuro dirá como será os rumos desta nova aquisição da Disney.