Paganini Mixer

Bom, muita gente vai estranhar este post, alguns vão querer me trucidar em seus blogs e/ou nos comentários, outros vão dizer que eu estou fazendo a coisa certa, etc. Bom, para início de conversa, eu decidi, por enquanto, trocar de lado: sai o Playstation 3 e entra o Xbox 360 na minha lista de compras. Lista que, aliás, não tem previsão de ser riscada, já que comprar um console que custa mais de 2200 reais está fora de cogitação atualmente.

Para quem acompanha o meu blog sabe que eu não sou muito chegado no Wii. Eu mal falo dele, a maioria das notícias que eu vejo por aí sobre o console eu mal leio. Porquê? Porquê eu prezo muito mais gráficos potentes e games hardcore do que jogabilidade (que admito ser a mais impressionante de todos os tempos), apesar de admitir que estou querendo muito testá-lo. Então o Wii está fora de qualquer aquisição, salvo se acontecer um milagre e a lei anti-imposto abusivo dos videogames for aprovada e consoles e games terem uma redução de preço altíssima e necessária, para eles ganharem mais popularidade e ajudar a gente, que está sempre por dentro da área (é impossível acompanhar tudo, claro!) e está sempre de olho nos próximos lançamentos e nas notícias da indústria dos games.



E também gosto de comentar mais sobre games que existe a possibilidade (mesmo remota, como o Metal Gear Solid 4) de jogar. Ontem por exemplo saiu uma scan do Final Fantasy XIII no N4G, me decepcionei: a scan é bem antiga e se não fosse com certeza iria postar aqui, comentar, dizer que a imagem está foda e etc etc.

Então com o Wii fora da jogada, só sobrando o Xbox 360, o Playstation 3 como consoles next-gen. Bom, algum tempo atrás nos fóruns a gente usava muito este termo, já que na época os consoles ainda não foram lançados, mas hoje a situação é diferente: os consoles estão praticamente na metade de sua vida útil.

Chega de enrolação e vamos ao quer interessa: a partir daqui vou mostrar porquê o Xbox 360 virou uma opção melhor para o jogador do que o console da Sony, mesmo tendo um arrasa-quarteirões como Metal Gear Solid 4 como ajudante (além de ser um dos games que mais quero jogar na vida!). Primeiro que está acontecendo no Xbox 360 o melhor sistema de longevidade de games que já vi: o sistema de conquistas.

Recentemente adquiri a seguinte revista:

Confesso que comprei ela por causa de uma notinha da possível vinda da Rockstar ao país. Na época, o Kishimoto tinha comentado sobre isso, mas tinha de ter algum tipo de comprovação da revista para eu comentar sobre isso no GamedevBR. Não quer dizer que eu deixei de acreditar nele, mas tinha de ter uma fonte à mão para deixar a notícia verídica e não apenas me basear numa conversa de MSN, além de que os leitores certamente poderiam questionar a veracidade da mesma. Depois do meu maior erro no Meiobit Games (onde postei algo rapidamente, não chequei e me retratei depois. Mas isso é passado), to mais cuidadoso quanto às coisas que posto na internet.

Além disso, esta edição tinha a informação da Rockstar e ao folhear ela vi os previews do Infinite Undiscovery e do Fable 2, além de muitas matérias interessantes, como a do Ninja Gaiden. Comprei a revista para dar uma olhada.

Olha que ainda era um sonysta inveterado!

Lendo a edição, cheguei numa das melhores reportagens que já li numa públicação do gênero: uma sobre o sistema de conquistas do console, mostrando muita coisa sobre este sistema. Aliás, que sistema!

Basicamente, como o Dori Prata disse no MSN, que reproduzi aqui, cada jogo lançado (não sei se todos tem este recurso) ganha 1000 pontos para que a produtora espalhe estes pontos durante o jogo. Estes pontos, depois de adquiridos, vão para a sua gamertag:

Cada conquista (que dá um certo número de pontos) é como se fosse um troféu pelo esforco do jogador. As produtoras colocam alguns desafios difíceis de cumprir para que o jogador tente cumprir e ganhar pontos. Alguns games podem dar muitos pontos com pouco esforço, como o King Kong, que dá todos os 1000 depois que você zera. Ou o do Gears of War, onde o jogador tem de vencer 10 mil (isso mesmo. DEZ MIL) jogadores no multiplayer para conseguir a Seriously que dá o direito de usar um avatar diferente na sua gamertag e mostrar que você é FODA na jogatina:

Esse sistema aumenta a longevidade do jogo. Peguemos um RPG como o Final Fantasy XII por exemplo. Supondo que o game tenha sido lançado para o 360 e a Square coloque uma conquista como prêmio para derrotar o Yazmiat, o chefão secreto mais foda do jogo, que dá o direito de usar também um avatar personalizado. Acredito que mais gente tentaria derrotar o mostro, mesmo sabendo que ele tem 50 milhões de pontos de vida e, em casos mais comuns, demorar mais de 5 horas para derrotar!!! Só pra você enfrentar o cara você tem que completar as Mark Hunts, que são caçadas paralelas contra monstros perigosos e únicos. E acredite: alguns inimigos da lista que você tem de matar pra habilitar o monstro são tão poderosos como ele, dando um desafio digno de um gamer hardcore. Já passei das 150 horas evoluindo os personagens para tentar derrotar esse FDP. E ainda não terminei o jogo, já que quero derrotar o cara! Ah, aproveitando, eu tenho ele ORIGINAL!!!

Depois do sistema de conquistas temos os próprios games. Ou, no caso, as exclusividades. Todos estão carecas de saber que o que vende console são os games exclusivos. Metal Gear 4 que o diga: muita gente está comprando o PS3 só pra jogar o mesmo, mas comprar um videogame apenas por 1 jogo killer app não vale a pena: você tem de analisar muitos fatores antes de adquirir um console next-gen, já que aqui no Brasil o gasto é elevadíssimo. O Xbox está melhor neste quesito: temos Halo 3, Forza Motorsport, Gears of War e outros.

Fora os outros games que também tem pro PS3, como Devil May Cry 4, Call of Duty 4, GTA IV, etc. Aqui neste quesito os games do Xbox tem a vantagem do sistema de conquistas, fazendo com que os jogadores com os dois consoles optem pela versão do Xbox 360, para irem aumentando seus scores.

Outros motivos são os jRPGs, os jogos de RPGs japoneses. O primeiro da lista é Infinite Undiscovery, que acabou virando o meu Metal Gear 4 do Xbox 360: o jogo pode ser absurdamente sensacional e fiquei louco pra jogar ele também! Outro RPG que vai primeiro pro console da Microsoft é o Star Ocean 4 e a sua cena CG também virou outro motivo para comprar o Xbox 360. Como vocês também devem perceber, gosto muito de RPGs, apesar de que eu mal tenho tempo de jogar eles. Os dois Final Fantasies do Playstation 2 estão parados, já que to quase zerando o Tomb Raider Anniversary e vou voltar a jogar o Metal Gear Solid 2 em seguida.

E o GTA IV no Xbox 360? Bom, como não gosto muito do estilo (não estou falando do sistema sandbox e sim do estilo do jogo), esse ficará de fora também. O preço do jogo aqui no Brasil também não ajuda: 229 reais é considerado MUITO CARO pros padrões normais. E depois o governo reclama da pirataria: como eles querem uma área lucrativa aqui se um jogo custa esse preço? Fica difícil! Aí o jeito é importar, já que sai mais em conta.

Ah, mas e os games do Playstation 3? Bom, tirando o Metal Gear que foi lançado há 2 dias, todos os outros games que quero muito jogar ainda não tem previsão nenhuma de lançamento: God of War 3 e os dois Final Fantasy XIII. Os outros games normais são bons, mas tirando o Devil May Cry 4, que pode ser uma possibilidade de aquisição, os outros games que citei acima não me interessam.

E ainda tem a própria Live, que apesar de ter versões free e paga, para jogar no multi-player é necessário uma conta GOLD. Bom, se eu já vou gastar uma nota preta com um videogame, gastar um pouquinho a mais não vai fazer tanta diferença… Jogar online num console é uma das coisas que mais quero fazer. Ter a minha gamertag, desafiar vários leitores do blog que tem o X360 para partidas online e postar relatos aqui, me gabar de ter conseguido aquela conquista foda de conseguir…isso não tem preço! Aliás, tem: 2229 reais.

O PS3 também tem isso, mas parece que é a Live que tem mais jogadores. Como não tenho um PC decente, é melhor comprar um console que fica mais em conta do que turbinar o computador com uma configuração muito alta e depois de alguns meses ver que o seu PC top de linha está começando a ficar ultrapassado.

E não podemos esquecer da representação oficial do videogame no país pela Microsoft, conseguindo vantagens que o PS3 não tem: Halo 3 totalmente em português, com dublagens, foi um avanço elevado, sendo que isso abre procedência para que outros games possam ter esse tratamento. Já imaginaram um Splinter Cell: Conviction em português? Seria sensacional, como o primeiro no PC, que, apesar de ter tido apenas legendas, ajudou muito para quem jogou.

Ah, também tem os outros games do 360 que vão sair: Fable 2, Gears of War 2, os jRPGs que já citei acima, o Splinter Cell…a Microsoft está na frente do PS3 na corrida e com certeza vai continuar. Como todos já sabem: o que vende consoles são exclusividades e a Sony quase não tem. Metal Gear Solid 4 é foda? É claro que sim, mas tenho de pensar como um todo antes de adquirir o meu próximo console. Vou comprar os dois, mas escolher o primeiro que está sendo uma tarefa árdua e difícil.

Bom, para terminar este artigo gigante, eu não recomendo a ninguém escolher um console baseado apenas neste relato. Eu apenas quis explicar o porquê de ter mudado de decisão, mesmo me considerando um sonysta de carteirinha. O Xbox 360 está sendo a melhor alternativa atual como console hardcore hoje em dia, como o Tiago me lembrou no MSN.

Agora se o Final Fantasy XIII fosse lançado este ano eu com certeza não teria escrito esse tanto de coisa acima. O jogo promete ser mais foda que Metal Gear Solid 4 e isso admito. Mas como a Square vive escondendo o ouro, o jeito é esperar até a próxima E3 para ver se sai algo do jogo.

Ah, ela pode definir se vou mesmo comprar o Xbox 360. Minha previsão é de adquirir o console no mês de agosto e virá com o Gears of War. Eu não compro esse videogame sem o jogo!







Apoie o Select Game pela tag da Epic Store


Se você curte o Fortnite, gostou deste artigo e/ou usa a Epic Store, apoie a gente, para continuarmos com o nosso trabalho! Use a tag RODRIGOFGLIMA dentro do Fortnite ou na loja da Epic Store.

Apoie um criador Select Game