O gênero do momento, e um dos que mais faturam hoje em dia. Com a popularização de Playerunknown’s Battlegrounds, e do Fortnite estar ficando cada vez mais mainstream nas últimas semanas, tudo caminha pros jogos terem modos de jogo similares. O “jogo de sobrevivência” que começou a ganhar popularidade no H1Z1 e que explodiu no PUBG está sendo um divisor de águas na indústria. Todos querem o filão, mas poucos continuarão cortando o bolo.

Com isso, mais e mais jogos estarão ganhando modos de jogo. Paladins, Battlerite, e já teve até gente pedindo isso no Overwatch! Call of Duty: Black Ops 4 e o próximo Battlefield podem ganhar modos de jogo similares e mais games devem vir por aí. Talvez o Destiny 2?

De qualquer jeito, com tudo virando Battle Royale, decidi tentar um exercício simples: tentar aplicar o Battle Royale para diversos jogos, começando pelo Dark Souls: será que a franquia da From Software daria bem com este estilo? Acredito que sim, mas não com a quantidade imensa de jogadores em casa sessão, mas a série tem elementos que ajudariam bastante.



Para começar, a franquia tem elementos bem interessantes de multiplayer popularizados pelo Demon’s Souls e aprimorados ao longo dos jogos da série, com a adição das covenants e o aumento da quantidade de jogadores nas sessões de multiplayer. O sistema de senhas implantado em Bloodborne e em Dark Souls III também ajuda um bocado, sendo um “quase match-making” de amigos, facilitando o coop.

Demon's Souls - PvP contra Black Phantom

Mas em um Battle Royale, como seria? Agora vamos às experimentações, considerando que você também pode sugerir ou comentar mais sobre isso em nossa sessão de comentários!

Vamos lá!

Quantidade de Pessoas e Mapas

A franquia Dark Souls tem mapas intrincados e cheios de inimigos que fazem parte dos confrontos de PvP, mas muitas vezes as coisas acontecem diretamente entre o jogador e o oponente, quase sempre como “Black Phantom”. No Dark Souls II e III foram adicionados os elementos das Coventants e situações específicas, que comento mais adiante. Mas por exemplo, em uma partida de Battle Royale poderíamos:

Deixar os inimigos lá: o jogador teria de lidar com os monstros da localidade, ganhando almas no processo e dependendo de sua atenção ele pode ser emboscado

Retirar os inimigos: aqui as disputas seriam totalmente online

Dos mapas, o terceiro tem mapas mais extensos, mas para uma Undead Burg, que tem uma área extensa em níveis/andares, mas pequena em extensão, teria de limitar a quantidade de jogadores pra pelo menos uns 20, o que já seria até bastante. Botar eles começando em locais específicos também é ideal, mas certamente teriam locais “manjados”, como acontece em qualquer jogo. No terceiro jogo a Farrons Keep seria um mapa ideal: um pântano aberto

Mas para fazer o negócio direito teria de ter um mapa gigante, do naipe do PUBG, pra caber mais pessoas, e aqui a criatividade poderia rolar solta. Ter uma área aberta, mais áreas interessantes para acessar, como uma cópia das Sen’s Fortress cheias de armadilhas. Sobram 2 jogadores e um deles está parado após a ponte cheia de lâminas. Se o adversário der bobeira e for acertado, teríamos um vencedor:

Dark Souls - Black Phantom na Sen's Fortress

No Bloodborne um mapa interessante para confrontos diretos seria a Forbidden Woods, mas poderia deixar as coisas mais sádicas se botassem a Nightmare of Mensis, com o seu dano constante em boa parte do mapa. Até seria um ótimo modo de jogo regular, com buffs e debuffs.

Bloodborne - Nightmare of Mensis

A quantidade de pessoas ainda seria um fator pra não popular demais os mapas e deixar as coisas mais equilibradas, e aí temos o nosso segundo tópico!

O Co-op e as Covenants

Confesso que nunca analiso direito as covenants mais complexas que tem em Dark Souls II e no III, mas as principais são fáceis de entender: a do Solaire, amigo da garotada, fantasma dourado, onde você oferece ajuda e é summonado, e temos a dos Sentinelas, onde você é summonado, mas apenas poderá eliminar um inimigo em situação de Black Phantom/fantasma negro. Nada de querer acertar o amiguinho!

Dark Souls III - PvP Insano

Agora, se você for querer um desafio extra, entrar uma Facção de sangue e invadir os mundos de outros jogadores. Como um Battle Royale, mas com desafios crescentes, por conta do ganho de almas. Aliás, isso já ocorre na franquia de certa forma, mas em escala menor.

Dark Souls III - PvP Insano 2

Então temos de botar uma escala muito maior, e temos o nosso Battle Royale, igual na imagem acima. Ter uns 20 jogadores a cada sessão, e deixar elas sempre abertas dependendo do jogador pode ser igualmente interessante para testar o seu limite de sobrevivência.

O “cada um por si”

Um Battle Royale clássico é cada 1 por si. Independente de Facção, todos são seus inimigos. Sem co-op, aqui você terá de usar a inteligência e não ser emboscado. Mas os confrontos seriam insanos com 2 pessoas enfrentando uma terceira e perto dela morrer um quarto usar um arco e flecha! Será que valeria inserir recompensa em almas? Uma divisão pra todos os jogadores que participaram, distribuídos de acordo com a quantidade de dano desferida. Ou deixar uma poça de almas no chão para alguém pegar, adicionando inclusive uma armadilha!

Já imaginou você lá serelepe pra pegar aquela poça de almas e ser surpreendido com um backstab? Pois é! Ou que tal uma emboscada de 2 jogadores desconhecidos que se unem para eliminar um terceiro, e no final eles se duelarem para saber quem sai vivo? Alianças, a união faz a força! Ou o cara será traiçoeiro e irá te matar quanto a sua guarda estiver baixa!

Recuperação de vida

Não sou de fazer duelos diversos baseados na honra de jogador, mas algumas vezes dava pra experimentar não se curar, e ser um confronto baseado em habilidades. No PvP de Dark Souls III a quantidade de frascos de vida é reduzida pela metade, mas diversos jogadores tentam burlar isso com o uso de magias. Obviamente valerá tudo, mas daria pra ter modos de jogo sem curas.

Dark Souls 3 Multiplayer Online

Só que as curas também seriam um facilitador para evitar um fracasso imediato, e uma hora, com o decorrer do confronto, elas iriam acabar. Aí os jogadores que conseguiram ficar escondidos poderiam se dar bem, mantendo uma vantagem competitiva contra os que tiveram duelos constantes. Tal como um Battle Royale!

Recompensas e Rankings de Habilidades

Como comentei anteriormente, tem a questão das almas adquiridas como recompensas. E se tivermos também questões relativas a equipamentos? Não na questão do jogador ceder um equipamento para outro (algo que já vi acontecer em Demon’s Souls e no primeiro Dark, para ajudar a platinar ou ter uma arma daora pra continuar a progressão) e sim de ganhar equipamentos poderosos. Claro que aqui entra um pouco a questão do Diablo, mas é interessante ter alguma recompensa para os iniciantes, como uma arma com um perk interessante pra usar no PvE, ou talvez até uma pedra de upgrade de uma armadura.

Para os rankings de habilidades, é o mesmo sistema do Soul Memory, ou limitar por níveis ou almas adquiridas. Veteranos com veteranos se enfrentando, ou poderia até ter jogadores reiniciando novas contas num console ou PC para sempre ter desafios. Mas seria interessante ver como seriam confrontos com bombadões de plantão.

Mas também você poderia topar com esse cara aqui ó:

Para deixar as coisas equilibradas e interessantes, randomizar as armas, randomizar a localização delas e deixar tudo baseado nas habilidades dos jogadores é interessante. Deixaria menos “manjado” onde “aquela casinha lá tem aquela espada boladona”. Mas entrar com o equipamento atual teria de ter algum equilíbrio, usando um sistema de Soul Memory.

O maior problema da franquia Souls para um Battle Royale é justamente na questão da internet, e um lag seria suficiente pra você perder a guarda numa defesa e perder a partida. Quando você enfrenta alguém no PvP você consegue recuperar as suas almas depois, mas num Battle Royale isso pode até não ser possível, gerando alguma frustração do jogador.

Dark Souls III PvP Screen - Online

Por fim, apreciaria muito um modo de Battle Royale, mas é difícil saber se em um futuro jogo da franquia poderia ter isso ou não. A From Software anda bem quetinha ultimamente e desde então tivemos apenas o trailer do “Shadows Die Twice”, que muitos sonham em ser o Bloodborne 2. Talvez a From esteja fazendo uma nova franquia, talvez eles tenham pegado a franquia Tenchu pra fazer um novo na nova geração de consoles.

Por hora ainda temos de esperar pela E3, mas mesmo com um anúncio de um Bloodborne 2, ou quem sabe um Dark Souls 4, é muito improvável de termos um modo de jogo de Battle Royale. Mas pelo menos com o Dark Souls: Remastered o multiplayer estará melhor, com mais jogadores e o sistema de senhas.