ATENÇÃO!

A Sony NÃO MAIS ACEITA o uso do cartão virtual Entropay ou qualquer outro cartão de débito pré-pago. QUAISQUER TENTATIVAS DE UTILIZÁ-LO PODEM RESULTAR EM BLOQUEIO DA CONTA.

Para mais informações, acompanhe este post, e suas atualizações.



E então chegou aquela caixona. Você desembala como uma mãe que tem seu filho recém-nascido colocado nos seus braços pela enfermeira. Pluga os cabos como quem leva pela mão aquela linda garota que você sonhar em beijar desde a quarta série para o quarto, sendo que só este ato já conta como preliminares.

Tudo pronto, você conecta na mãe das redes e vai criar sua conta na PlayStation Network.

PARA TUDO.

É bem óbvio que a grande evolução desta geração de consoles é o conteúdo baixável (DLC – Downloadable Content). Os jogos de hoje não começam na abertura da caixa e nem terminam nos créditos finais, existe um mundo de extras disponível online que expande o “replaying value” daquele jogo que veio em uma simples caixinha. Aí surgem os primeiros problemas.

psn_brasil

Primeiramente, a PSN não está disponível no Brasil, mesmo que a opção de escolha do país esteja lá. Criar uma conta da PSN nacional é rejeitar o mundo de demos, vídeos, expansões que existe no hemisfério norte.

“Segundamente”, mesmo que você crie uma conta no estrangeiro, provavelmente terá problemas para adquirir conteúdo pago, já que seu endereço cadastrado junto à operadora não fica a menos de 5.000km de Washington D.C.

Então, sem mais, segue aqui um guia detalhado de como criar uma conta na PSN Americana capaz de permitir ter em casa os últimos lançamentos em DLC disponíveis para seu PlayStation 3.

Isenção de responsabilidade

Apesar do processo ser seguro e nunca ter falhado comigo ou com os amigos a quem indiquei, é bom tirar o meu da reta. O processo quem está fazendo é você e, se alguma coisa der errado, o azar é seu. Pronto, falei.

O processo

Os problemas que nós, canarinhos enfrentamos para criar a conta na PSN são basicamente dois: falta de um endereço americano e rejeição do cartão de crédito, mesmo que internacional. “Mas e se eu criar uma conta em outra PSN, como a Europa ou Hong Kong?”. Apesar de ser possível, é desaconselhável. Existem problemas de compatibilidade que podem causar mais problemas que solução. Por tanto, vamos nos restringir ao uso da PSN Americana, já que na divisão regional do BluRay o Brasil e os EUA estão no mesmo lugar.

O primeiro problema é o mais simples de ser resolvido, que é a falta de um endereço “ianque”. 30 segundos de Google te darão uma miríade de endereços completos, com rua, cidade, estado e CEP. Se dependesse da Sony, eu e todos os meus amigos donos de PS3 moraríamos juntos em uma saleta ao lado de Bill Gates.

Com isso já é possível fechar uma conta, jogar online, liberar troféus e baixar demos. Isso é suficiente para 80% dos casos (sempre tendo em mente que 90% das estatísticas são inventadas). Bem vindo!

Para os outros 20% a coisa é um pouco mais complicada: como comprar conteúdo?

O impecilho é que a Sony faz uma validação do seu endereço com a operadora de cartão de crédito, e descobre que você não mora em Redmond, mas sim em Buenos Aires, interior de Pernambuco. Seu cartão é rejeitado e você fica chupando o dedo, até encontrar uma alternativa.

A alternativa em questão é um serviço homologado pela própria VISA, chamado de Entropay e consiste em criar um cartão de débito virtual que aceita qualquer tentativa de validação de endereço. Claro que o serviço não é de graça, e você paga cerca de USD 1,95 para cada “carga” no cartão, exemplo: para depositar USD 20,00 no cartão virtual você será debitado em USD 21,95 em seu cartão real.

O funcionamento geral fica assim: você debita do ser cartão real e coloca créditos em seu cartão virtual. A PSN debita os créditos do seu cartão virtual e coloca na sua carteira (“wallet”) dentro da PlayStation Store. O cartão Entropay é o “gateway” que seu rico dinheirinho precisará passar para chegar na roupa de Old Snake para Sackboy.

O cadastro no serviço é simples e a maioria das instruções estão em português. Apenas certifique-se de, ao cadastrar seu cartão real, entrar com seus dados de endereço cuidadosamente. O Entropay aceita cartões internacionais, mas ele faz sua própria validação, mesmo que de forma mais flexível que a PSN.

Após cadastrar seu cartão, é necessário colocar uma carga inicial. O motivo é que a PSN faz uma reserva de crédito (mas não debita) quando o cartão é inserido lá, no valor de USD 1,00. Se ele estiver vazio, a reserva falha e o cartão é rejeitado. Tem mais uma pegadinha: a carga mínima do Entropay é de USD 20,00.

Se você chegou até aqui, o resto é simples. Se sua conta ainda está no processo de criação você acabará chegando nas opções de pagamento. Caso contrário (você criou a conta e foi jogar e só agora quer comprar alguma coisa), simplesmente localize a opção “Edit Billing Information” no seu console, ou na página de cadastro da PSN na iNet.

Insira então os dados do cartão virtual, lembrando que o “card holder” chama-se ENTROPAY USER. Quando for solicitado um endereço, mantenha o mesmo que utilizou no cadastro, e fim de papo.

 

O que pode dar errado?

Infelizmente sim, é possível que alguma coisa der errado. Porém, os mesmos motivos que tornam o acesso à PSN pelos brasileiros tão difícil também é o que torna o processo seguro. Eu não conheço nenhum caso em que alguém tenha efetivamente perdido dinheiro no processo, mas não quer dizer que não possa acontecer. Murphy é implacável com certas pessoas.

Os problemas mais comuns acontecem na hora de adicionar créditos ao cartão virtual. Muitas e muitas operadoras de cartão simplesmente bloqueiam a transação internacional de origem duvidosa. Se isso acontecer, será necessário bater um papo com seu gerente para provar que você é você e você quer gastar dinheiro que é seu por direito.

Existe um problema mais raro, mas ainda mais grave que pode acontecer: a Sony bloquear o uso de cartões virtuais pré-pagos. É sabido que um bloqueio destes vigorou entre agosto e novembro de 2008, período este em que eu colocava galinhas mortas e velas pretas nas esquinas para tentar fazer meu cadastro. Eventualmente o bloqueio foi removido e o uso de cartões pré-pagos voltou a ser possível. Se um bloqueio destes entrar em vigor de novo, porém, os cartões já cadastrados devem continuar funcionando normalmente, somente impedindo novos cadastros ou alterações dos antigos.

Neste momento, sábado, 14 de fevereiro de 2009, é possível fazer seu cadastro na PSN com o Entropay. Se você estiver lendo este post em qualquer outro dia, esta informação não é mais garantida.

[Update]

Vários leitores têm colaborado com este guia informando o dia em que o utilizaram com sucesso. Se você não está seguro, veja na última página de comentários quem foi a última pessoa que tentou o procedimento e se funcionou ou não.

Agradecemos o feedback de todos!







Apoie o Select Game pela tag da Epic Store


Se você curte o Fortnite, gostou deste artigo e/ou usa a Epic Store, apoie a gente, para continuarmos com o nosso trabalho! Use a tag RODRIGOFGLIMA dentro do Fortnite ou na loja da Epic Store.

Apoie um criador Select Game