Final Fantasy IV - Português Brasileiro


Final Fantasy IV - Português Brasileiro

Uma das empresas que está ganhando mais atuação no Brasil é a Square-Enix. Depois dela organizar um contest de desenvolvimento de jogos, a produtora estava presente na Brasil Game Show para conversar com desenvolvedores nacionais, e atualmente também está produzindo 2 games com equipes brasileiras: um jogo no estilo “Final Fantasy Tactics”, pela Hoplon (a desenvolvedora do Taikodom) e o Projeto Trivela, da Ilusis (nome provisório). Segundo o G1, o projeto da Hoplon será lançado nos smartphones e tablets e tem o nome provisório de “Projeto Amerika”, com previsão de lançamento para o segundo semestre de 2014.

Já o Projeto Trivela tem como objetivo mostrar a trajetória de um jogador de futebol dos campos de várzea até os gramados da Europa e em partidas da Copa do Mundo. Segundo o G1, “tem como foco a administração deste atleta, decidindo que tipos de treino ele fará para evoluir e acertar contratos com os times” e tem previsão de lançamento para o início de 2014.



Projeto Trivela - Square Enix e Ilusis

Além disso, ela começou a localizar os games para diversos idiomas, como o novo Tomb Raider (que ganhou legendas!) e recentemente ela lançou suporte ao português para o Final Fantasy IV, relançado recentemente para o iPhone, além de estar rolando uma promoção do game na iTunes Store, saindo por US$ 7.99 (normalmente custa US$ 15.99). O jogo também está disponível para Android, mas não teve promoções na Play Store (hoje custa R$ 42,28), e espero que a Square faça uma promoção similar no futuro!

Também conversamos com o Manuel Camilli, relações públicas da empresa para a América Latina, e ele comentou que, dependendo das vendas da versão para o iPhone do Final Fantasy IV, a divisão latino-americana poderá mostrar para a matriz japonesa que somos um mercado forte e poder localizar outros jogos no futuro, como o Final Fantasy V, o Final Fantasy XV e o Kingdom Hearts III, o que será um sonho para todos os fãs que curtem as séries e não tem muita proficiência em inglês. Sei que dublagem seria um investimento altissimo para jogos com essa magnitude, mas pelo menos ter legendas pode ser um diferencial enorme, ainda mais com todo o apelo do próximo Final Fantasy da nova geração de consoles. Muitos jogadores compraram o PS3 para jogar o “antigo Versus XIII”, e agora que ele vai sair para o PlayStation 4, muitos fãs também comprarão o novo console para jogar este. E o XV é um dos jogos que mais quero jogar no PS4!

Agora com a Square-Enix no Brasil, será mais uma empresa de olho nos desenvolvedores nacionais, e temos talento e capacidade para criar games interessantes. Em entrevista ao G1, Igor Inocima, gerente-geral da divisão latino-americana da empresa, comentou que os estúdios estão tendo bastante suporte da produtora japonesa:

“Nosso objetivo desde o começo deste projeto de investimento em jogos para plataformas móveis sempre foi usar a cultura local para criar títulos que usem a cultura do país de origem e que também possam ser exportados” explica Igor Inocima, gerente-geral da Square Enix, ao G1. “Os estúdios usam a estrutura e o ‘know how’ da Square Enix para desenvolver seus títulos. É a mesma ordem de investimento da empresa para a área de jogos móveis no Japão”.

Boa sorte a Square-Enix nessa nova empreitada e aos estúdios nacionais!

(Com informações do G1)