Paganini Mixer

Final Fantasy VIII Boxart Playstation

Algum tempo atrás, a única fonte de informação confiável que o gamer (jogador de videogame) tinha disponível eram as revistas de videogame. Revistas como a Ação Games, a Supergamepower e a Gamers fizeram história ao fazer revistas com dicas de games, detonados, notícias do mundo dos games, e outras. E, em algumas delas, fiquei sabendo sobre o Final Fantasy VIII.

O jogo de RPG da Squaresoft (hoje Square-Enix) para o Playstation 1 era muito esperado na época, e um dos poucos games que recebeu nota máxima em todos os quesitos na Gamers (que eu considerava a melhor revista de games na época. Isso foi entre 1997/2000). Essa nota só tinha sido alcançada por Legend of Zelda – Ocarina of Time, para o Nintendo 64 (se tem outros games, isso não posso afirmar, já que são os dois únicos que eu me lembro). Fora as imagens da revista, que deixavam qualquer um babando. Como muitos, eu fiquei fanático querendo jogar o game.



Depois de algum tempo, eu consegui jogar, mas na versão japonesa. Nsta época a própria Gamers (ao lado está uma foto da edição 38, dedicada ao game) estava começando uma série de detonados sobre o jogo (divididos em várias edições, começando a partir da edição 39). Com isso, a maior parte dos jogadores que desconheciam o idioma japonês conseguiria jogar o game com certa desenvoltura. A seguir, algumas scans do detonado (que, infelizmente não foi concluído em sua totalidade. Até a última edição dedicada ao detonado, o jogo nem tinha terminado o primeiro CD (o jogo tinha 4 CDs!)):

Final Fantasy VIII - Gamers - Edição 38 - 01 Final Fantasy VIII - Gamers - Edição 38 - 02 Final Fantasy VIII - Gamers - Edição 38 - 03

Quando eu joguei pela primeira vez, foi como se uma criança tivesse ganhado antecipadamente o presente de natal. A cena de abertura era (ainda é) simplesmente fantástica, fora os seus gráficos incríveis (para a época). E com a série de detonados, era mais fácil jogar o game japonês.

Um fato curioso: na época que eu estava jogando o jogo, eu fiquei sabendo da profecia de Nostradamus: que o mundo iria acabar em algum dia no mês de agosto (pelo que me lembro, foi em 1999). Então, na época, eu acreditei que o mundo iria realmente acabar :) E como acreditei nessa bobagem, o que mais queria era ver a cena onde o Squall e a Rinoa dançavam, no baile de gala (aí eu poderia morrer feliz :P ) . Passou o dia que o mundo iria acabar, e não é que o mundo não acabou! E eu vi depois a cena da dança entre eles:

É claro que você deve ter pensado (e rindo por dentro): que cara bobo! Vamos dar um desconto, já que isso foi há 7 anos e eu tinha 14 anos na época 😛 E aí eu fui jogando, com uma certa dificuldade, já que jogar um game japonês era difícil naquela época. Depois a Ação games criou um detonado do jogo (bem resumido) e eu acabei adquirindo a revista (fora uma das edições que falavam que o jogo tinha travas e a versão japonesa não rodava em consoles americanos). Confesso que a versão que eu jogava era pirata (naquela época 100 reais por um jogo era muito caro para mim. E custava esse preço na época), e conseguia jogar normalmente.

O tempo passou e eu acabei adquirindo a versão americana, onde eu poderia ter uma interação maior com o jogo. A Gamers fez na época uma análise da tradução do jogo. Depois de algum tempo, eu consegui, depois, comprar um detonado excelente do jogo, que tinha vindo na revista GameStation, que tinha tudo do jogo. Então eu acabava usando o detonado para jogar, e me divertia mesmo assim, já que o jogo é desafiante (principalmente contra certos inimigos).

Final Fantasy VIII Revista GameStation

De todos os Final Fantasy, este foi o que mais me marcou. Sei que opinião todo mundo tem, e sei que muitos não vão achar que o Final Fantasy VIII é o melhor. Muitos gostam do Final Fantasy VII, outros do Final Fantasy X, etc. O Final Fantasy VII teve tanto sucesso que a Square criou a animação Final Fantasy Advent Children, e conseguiu criar mais games baseados no universo do jogo. Eu considero o Final Fantasy VIII o melhor Final Fantasy até hoje em termo de jogo em geral (é claro que o nível gráfico do Final Fantasy XII é muito superior, já que foi lançado para o Playstation 2, tem dublagem, cenas espetaculares e muitos recursos que o Playstation 1 não conseguiria gerar). Tudo bem que o Star Ocean 2 (Playstation 1 também) tem um dos melhores sistema de batalhas que eu já vi num jogo de RPG, mas em relação ao jogo mesmo, pode-se dizer que é um dos melhores jogos que joguei.

E em breve vou escrever uma análise completa do jogo para este blog, falando de sua história, gráficos, jogabilidade, e outros.

Final Fantasy VIII Logo

Final Fantasy VIII Quistis

Final Fantasy VIII Squall

Final Fantasy VIII - Garden de Balamb

Final Fantasy VIII Rinoa







Apoie o Select Game pela tag da Epic Store


Se você curte o Fortnite, gostou deste artigo e/ou usa a Epic Store, apoie a gente, para continuarmos com o nosso trabalho! Use a tag RODRIGOFGLIMA dentro do Fortnite ou na loja da Epic Store.

Apoie um criador Select Game