Formula 1 2012 Game Screenshot

Alguns dias atrás eu me perguntei se teria um game da Formula 1 este ano. Com a Codemasters ocupada com o GRID 2 (lançado no final de maio), acreditava que só teria um novo game da franquia no ano que vem, mas parece que em 2013 também terá um novo jogo. O Facebook oficial da versão oficial do game postou uma imagem bem estranha e a palavra “Tomorrow”, sugerindo que nesta segunda-feira teremos o primeiro anúncio oficial.

Formula 1 2013 Imagem Teaser



Se fosse contar cada logo como uma “boxart” (vista na lateral) então o game poderá sair para PlayStation 3, PlayStation 4, Xbox 360, Xbox One e PC, tendo a boxart do meio com a “edição limitada” de alguma dessas. Claro que é apenas um chute, mas como as empresas estão migrando pra próxima geração, então estamos na era da transição e do game sair tanto na geração atual quanto na próxima (o que deve acontecer com muitos games pelos próximos anos, pelo menos). Agora uma versão para o Wii-U seria bem interessante para os donos do console, pois o Formula 1 Race Stars ganhou recentemente uma versão para o Wii-U, mas eu não tenho tanta esperança do videogame da Nintendo receber também o jogo: alguns do jogos multi-plataforma mais esperados pelos jogadores não foram cogitados para o console da Nintendo, por conta de limitações técnicas e outros empecilhos diversos.

De qualquer jeito, se o game sair no final de 2013 a concorrência será pesada. Temos o Gran Turismo 6 no PS3, o Forza Motorsport 5 pro Xbox One e o Need For Speed: Rivals em muitas plataformas, e é uma decisão difícil para o jogador que curte games de corrida e deve comprar algum desses jogos no final do ano. Eu até joguei a versão 2012 ano passado e achei o game razoável: a parte gráfica impressiona, mas não achei o game tão divertido e ele é meio “robótico”. Acaba atendendo bem o nicho dos fãs da modalidade e é amigável para iniciantes: o game tem um sistema de “ajuda de curvas” que ajuda o carro a ficar mais estável na pista, mas esse sistema pode ser desabilitado para o jogador ter controle total do carro (e reclamar “da jogabilidade”). Outro detalhe que eu percebi em diversos testes que eu fazia é que os carros da Red Bull eram sempre os melhores do game, replicando o desempenho da realidade. o jogador acabava preterindo a equipe em determinados modos de jogo, facilitando a progressão. Fora a minha confusão constante quanto à abertura da asa e o sistema de Kers, que eu nunca fazia direito quando eu participava das provas.

Vamos ver se eles conseguem anunciar novidades interessantes ao game oficial da Formula 1. Ficarei de olho nesse, pois gosto do gênero, mas acho que eu acabaria optando por alugar o game, preferindo comprar o Gran Turismo 6 ou o novo Need For Speed no final do ano.