Depois de mais de 1 bilhão de bilheteria, e com o sucesso dos filmes do Homem-Aranha e do Venom, a Sony decidiu endurecer o jogo nas conversas com a Disney, que continuou negociando os direitos do Homem-Aranha para o universo cinematográfico da Marvel. Segundo informações do Deadline, Kevin Feige, chefão do Marvel Studios, não irá mais produzir novos filmes do Aracnídeo.

Segundo o site, a Sony e a Marvel não chegaram a um acordo de co-financiamento, já que a Disney queria dividir o valor dos próximos filmes em 50%/50%, mas a Sony recusou a oferta, por não querer dividir os valores de sua maior franquia. Também teve conversas desse modelo ser estendido a outros filmes do universo do Homem-Aranha (o que talvez traria ainda mais personagens).

O desejo da Sony era manter os termos atuais, em que a Disney recebe aproximadamente 5% da bilheteria desde o dia de estreia do filme, mas a empresa do Mickey recusou.



Ou seja: pode ser que o personagem deixe o universo cinematográfico da Marvel. Poucas horas depois da notícia do site (que caiu como uma bomba para os fãs, já que muitos acreditavam que poderia ter mais filmes nas próximas fases) a Sony se posicionou oficialmente nas redes sociais:

Muitas das notícias hoje sobre o Homem Aranha descaracterizaram as discussões recentes sobre o envolvimento de Kevin Feige na franquia. Estamos desapontados, mas respeitamos a decisão da Disney de não tê-lo como produtor principal de nosso próximo filme do Homem-Aranha.

Esperamos que isso mude no futuro, mas entendemos que muitas das novas responsabilidades que a Disney lhe atribuiu – incluindo todas as propriedades recém-adicionadas da Marvel – não permitem que ele trabalhe em propriedades intelectuais que não possuem.

Kevin é fantástico e somos gratos por sua ajuda e orientação, e apreciamos o caminho que ele ajudou a criar, que iremos continuar.

Segundo o Omelete, o ator Tom Holland tem mais contrato para mais 2 filmes, dirigidos por Jon Watts. Se não tiver acordo posteriormente, provavelmente o personagem pode ficar fora do universo cinematográfico. Só que não há informação oficial se o personagem estará mesmo fora do universo cinematográfico da Casa das Ideias.

Tom Holland em Homem-Aranha Longe de Casa

Hoje um dos heróis mais populares dos quadrinhos, e que ajudou a popularizar os filmes de super-heróis no cinema, o Homem-Aranha teve 5 filmes antes de entrar no universo cinematográfico da Marvel, com a sua primeira participação em Capitão América: Guerra Civil. Depois a Marvel comandou os filmes na direção criativa e com o filme mais recente com a participação de Samuel L. Jackson (como Nick Fury) e as cenas pós-créditos ligadas diretamente com os outros longas.

Sem acordo, provavelmente a Marvel pode não usar o personagem em futuros filmes que tenham as reuniões dos heróis. Só que talvez mesmo com acordo a Marvel pode acabar usando bem menos o personagem ou mesmo as referências, pra evitar problemas futuros. Vamos ver como isso irá desenrolar para os próximos meses, mas a Sony pode simplesmente ignorar a agenda da Marvel e fazer outro filme, e isso pode sepultar qualquer chance do personagem retornar em outros filmes de outros heróis. Ou a Sony pode fazer acordos individuais (similar ao Guerra Civil), mas com mais liberdade criativa dela usar elementos dos quadrinhos, como ter ele e o Venom no mesmo filme (que terá outro filme posteriormente).