Paganini Mixer

Alguns dias atrás comentei sobre a retrocompatibilidade do PlayStation 5, e das possibilidades do console rodar jogos antigos. Mas isso pode até mudar depois do anúncio do Google Stadia, que terá muitos recursos usando streaming e altíssimo poder de processamento. A Sony tem o PS-Now e pode incorporar novos recursos futuramente com mais interatividade.

No ramo das patentes, a empresa fez diversos registros de patentes para proteger futuras funcionalidades do PS5. É uma salvaguarda jurídica, evitando roubo de propriedade intelectual, além dela ter poder de fogo inclusive pra negociar o recurso com outras plataformas. Mas por hora confira as principais, que foram descobertas nos últimos meses

Patentes de retrocompatibilidade, visando o PS1, PS2, PS3 e PS4

São diversas patentes de retrocompatibilidade que a produtora registrou nos últimos meses. A primeira (descoberta em outubro) detalha a “remasterização por emulação”. Foi registrada em novembro de 2016 e descoberta posteriormente.



Sua descrição detalha a remasterização de texturas de jogos antigos, substituindo-as “em tempo real” com versões atuais, mais adequadas para as televisões de hoje em dia. O áudio também terá o mesmo tratamento.

Rogue Galaxy - Jogo de PS2 no PS4
Rogue Galaxy foi lançado no PlayStation 2 e foi disponibilizado no PS4, estando disponível na PSN Store.

Na ocasião, jogadores e sites comentaram que o modelo é similar ao do Xbox One, que tem suporte aos jogos do X360 e do primeiro Xbox.

A segunda patente é um método que permite que o sistema verifique se uma aplicação é de legado. Se o jogo for antigo, é criado uma CPU ID que irá emular as características do sistema original, permitindo o funcionamento no PS5.

A patente foi assinada por Mark Cerny, que liderou o desenvolvimento do PS4. Tudo indica que ele que está liderando o desenvolvimento do PlayStation 5, mas até agora nada foi confirmado.

A terceira patente ganhou um nome curioso de “Simulation of legacy bus operation for backward compatibility” (algo como “Simulador de operações legados de retrocompatibilidade”, em tradução livre) a patente sugere o uso de emulação, também usando comunicação entre diferentes dispositivos internamente (o “Bus”, do nome da patente).

Imagem de patente do PS5

Isso abriria possibilidade de qualquer jogo lançado em todos os consoles possa ser rodado no console.

A patente do PlayStation VR sem fios

OK, essa patente não parece ser algo do PlayStation 5, mas decidi comentar assim mesmo por conta dos óculos de realidade virtual estarem entre os futuros dispositivos do console. Uma patente descoberta recentemente cita que o novo modelo será wireless (sem o uso de cabos).

A próxima geração do PlayStation VR se comunicará por meio de uma caixa receptora em frequências entre 60 GHz e 5 GHz, que manteriam uma conexão estável em todos os momentos.

O PlayStation VR atual está disponível para ser usado no PS4 e no PS4 PRO, mas é no PRO que você consegue um desempenho melhor com o aparelho. Agora no PS5, com mais poder de fogo, poderemos ter visuais melhores e mais imersão. Aliado a possível retrocompatibilidade do PS4, o dispositivo chegaria com uma boa biblioteca de títulos.

Playstation VR - Foto Oficial - Style
O PlayStation VR, dispositivo de realidade virtual para o PlayStation 4.

As produtoras também podem acabar lançando versões exclusivas, aproveitando do novo poder de fogo do novo console.

Patente para aprender os hábitos dos jogadores

Esta patente foi a mais recente da Sony, arquivada em 2018, onde haverá um sistema interno que irá “aprender os hábitos dos jogadores que o usam, personalizando a experiência de jogo para se adequar melhor ao proprietário do aparelho”.

Esse sistema não é exatamente inédito, já sendo usado em alguns jogos para personalizar a dificuldade de acordo com as habilidades do jogador, por exemplo, mas seria a primeira vez que esse método de aprendizagem profunda é aplicada diretamente em um console.

Com os avanços em machine learning/aprendizagem de máquina, talvez os novos consoles tenham isso, para ajustar a dificuldade dinamicamente em jogos mais difíceis, ou mesmo ir aumentando aos poucos a cada “new game+”, como acontece em muitos games da franquia Dark Souls. Mas normalmente esse aumento de dificuldade fica restrito a quantidade de dano causada e HQ dos inimigos e chefes.

Sekiro Shadows Die Twice - Imagem do novo jogo da From Software
Sekiro: Shadows Die Twice pode acabar usufruindo desse recurso para definição de uma dificuldade dinâmica. Mas é só uma possibilidade.

Futuras Patentes

O PlayStation 5 ainda está em desenvolvimento e novas patentes devem surgir no futuro, nos próximos meses. Com o anúncio do Google Stadia nesta semana a Sony pode inclusive adotar o PS-Now com mais recursos no novo console e usar ele de retrocompatibilidade, mas se isso acontecer, será difícil os consumidores brasileiros terem acesso ao serviço se não tiver servidores locais.

A qualidade da conexão terá de ser excepcional, e ainda assim tem horas que a gente acaba tendo problemas em jogos como Overwatch, Destiny 2 e World of Warcraft.

A Sony não fará uma conferência na E3 2019, mas como eles anunciaram o State of Play (que terá novidades dos jogos do PlayStation 4 e do PSVR) eles podem anunciar um novo console numa transmissão oficial do programa futuramente. Acaba sendo uma economia de custos (já que fazer uma conferência numa E3 não é barato) e eles podem definir melhor as datas e horas das transmissões.

Mais Notícias dos games que estão no PlayStation

Finalmente! Path of Exile sairá em 26 de março no PlayStation 4, junto com a expansão Synthesis
Shang Tsung e Noob Saibot são confirmados em Mortal Kombat 11; veja novo trailer
Nova imagem de Crash Team Racing: Nitro-fueled traz o visual da N.Gin Labs (além do Dingodile e do Dr. Neo Cortex)
Days Gone ganha trailer dublado; jogo estará totalmente em português

Meu palpite é do console ser anunciado apenas em 2020, mas ainda existe o risco dela segurar ainda mais o lançamento, para aproveitar a base instalada do PS4, que passou de 91 milhões de unidades vendidas até o final de 2018.