Com a Game Informer tendo tido acesso a From Software este mês, com diversas reportagens sobre o Sekiro: Shadows Die Twice, eles perguntaram ao presidente da empresa Hidetaka Miyazaki sobre a possibilidade de vermos um remaster de Demon’s Souls, algo que muitos jogadores sempre estão esperançosos, ainda mais após o lançamento do remaster de Dark Souls no ano passado. O presidente da empresa japonesa dirigiu o desenvolvimento de Demon’s Souls e praticamente criou um modelo de jogos que começou a ser adotado por muitas empresas e outros jogos, com os Dark Souls, Bloodborne e games como NioH.

Com isso, muitos jogadores estão torcendo pra ver um remaster no PlayStation 4, e o diretor não estaria contra a ideia, mas ele não tem interesse direto nisso.

“É como quando você escreve – quando você é mais jovem, você olha para trás [e vê os trabalhos anteriores] e pensa: ‘Oh, Deus, o que eu estava pensando?'” comentou. “Não é que eu esteja envergonhado, eu apenas não gosto de olhar meus trabalhos anteriores.” E enquanto ele não se opõe à ideia de uma remasterização, não é exatamente com ele: a Sony teria que assinar sobre isso também. “Você teria que ver o que eles estão pensando sobre isso.”



Para Miyazaki, ele não se oporia se tiver um outro estúdio trabalhando em um remaster, contando que fosse o caminho certo.

Se for um estúdio que realmente amou o trabalho original e realmente colocou seu coração e alma ao recriar isso novamente, então é algo que eu gostaria de ter”. comentou. “Mas é muito complicado porque tenho essas boas lembranças. Pensar sobre a ideia de uma remasterização me dá uma espécie de borboletas no estômago e me deixa um pouco nervoso, então é complicado. Mas eu entendo que existem muitos usuários e muitos jogadores e fãs por aí que realmente amam o Demon’s Souls, então se isso é algo que eles poderiam realizar com um estúdio que amava o trabalho, então sim, eu ficaria bem com isso. ”

Ou seja: dependeria da Sony, mas também teria de ter conversas com a Atlus, e de ter alguma parceria entre elas e até mesmo a Bandai Namco envolvida na distribuição. A Atlus distribuiu o game nos EUA, confiou no projeto e se deu muito bem, pois na época antes do lançamento ninguém acreditava que um RPG medieval, com gráficos razoáveis e dificuldade extrema emplacaria. Mas com o burburinho dos jogadores na internet (“opa joga o jogo que ele é muito bom”) o jogo começou a ganhar popularidade dia após dia, e isso acendeu o interesse da Bandai Namco, que distribuiu o jogo na Europa. Depois a Bandai e a From Software lançaram o primeiro Dark Souls, e assim o gênero de RPG medieval extremo ficou ainda mais popular.

Por hora a gente continua com esperanças. Por não ter indícios de que isso poderá acontecer tão cedo, e pelas palavras do diretor, então deve demorar pra ver isso vir a luz do dia. Lembrando que terá o Sekiro: Shadows Die Twice em 22 de março, e muitos fãs irão comprar o jogo.

Demon's Souls - Shrine of Storms - Luta