Hoje, por conta do feriado, tive uma folga e não precisei trabalhar. E vi que foi muito bom, já que hoje enfrentei os dois maiores problemas de tecnologia que já passei nesta vida. E os dois relacionados com o blog. Primeiro que hoje, na parte da manhã, tentei mandar 2 imagens minúsculas via FTP e o Filezilla começou a acusar que o site tinha chegado ao limite de quota de HD do host. Eu não entendi muito bem, mas acessei a parte administrativa do site (o cPanel) para analisar o problema e o que eu vi foi inacreditável: o meu site tinha chegado a completar todo o espaço que eu tenho disponível no meu plano. Ou seja: 20 GIGABYTES sendo usados. Então pensei: ou deu alguma pane em alguma coisa relacionada com o WordPress, ou alguém tinha invadido o site e começou a sacanear com a minha cara. Bom, isso nunca vou saber, mas a primeira coisa que fiz foi conferir a pasta /blog pra ver os arquivos. Então eu vi algo que não acreditei também: a pasta estava GIGANTE, com quase 20 GB. Era essa! Ao analisar a pasta, vi que alguma coisa gerou centenas de arquivos com 35MB cada um, com os nomes core.XXXX (onde o X é um número qualquer). Então fui apagando os arquivos e verificando os plugins instalados pra ver se algum deles tenha causado esse princípio de pane no site. Como tinha atualizado alguns plugins ontem de noite, comecei a suspeitar deles e fui removendo-os um por um: wpSuper-cache, All In One SEO Pack e o Simple Tags. Também removi (e depois recoloquei) o Google Sitemaps, que estava na lista de suspeitos, já que o plugin gera um arquivo .XML. Ele poderia também estar gerando esses arquivos core.XXXX, mas isso eu nunca vou conseguir descobrir.

Depois que apaguei parte dos arquivos, vi que o site estava regerando o mesmo numa velocidade impressionante, como um vírus de computador que começa a se reproduzir numa rede de computadores. Fui apagando, apagando, apagando, e o site continuava gerando os arquivos…vi que eu teria de refazer toda a instalação do WordPress, mas o problema é que havia muitos arquivos importantes nas pastas internas, como imagens e outros. Eu não poderia apagar as pastas sendo que eu sairia prejudicado. Tinha de encontrar outra maneira.

Depois que desinstalei o plugin, vi que a multiplicação parou e fui reinstalando cada plugin, verificando se o blog não começaria uma nova replicação de arquivos. E o mesmo parou de fazer isso depois, mas ainda não reinstalei o plugin de SEO. E vou deixar desse jeito primeiro, já que eu prefiro ter menos visitas do Google do que acionar uma funcionalidade que pode me ferrar de vez. Mas como eu disse antes: eu não sei o que causara isso.



Outro problema grave é o arquivo de log. Depois do arquivo core, este arquivo (que armazena as mensagens de erro) estava com um tamanho descomunal (2 GB) e apaguei o mesmo. Depois de algum tempo vi que o arquivo apareceu de novo e estava aumentando de tamanho com uma velocidade igualmente anormal, como na multiplicação do arquivo core.XXXX. Então eu baixei parte do arquivo e fui analisar o mesmo: tinha outros plugins que tinham dado FATAL-ERROR (erro fatal) e vi que estava recebendo uma quantidade descomunal de spans, sendo que muitas mensagens de erro são de tentativas de login em posts diversos (???) para mandarem mensagens pelo formulário de comentários (isso que acabei entendendo ao analisar o log). Hoje, acho que os spammers de comentários usam sistemas que enviam o texto-malicioso de forma automática, sem nem passar pelo blog. Algum tempo atrás estava recebendo muitos spans/dia e com isso me vi obrigado a fechar, via plugin, todos os comentários de textos antigos do blog, deixando abertos os comentários dos posts dos últimos 30 dias. Isso fez 99% dos spans desaparecerem da caixa de spans do Akismet, além de não receber mais comentários de pará-quedistas que QUASE NUNCA postavam algum comentário útil nos textos anteriores. Só que como eu troquei o sistema de comentários do blog, os posts voltaram a ficar abertos. E os spans voltaram a me assombrar.

Então tive de tomar duas atitudes drásticas, que vai ter influências diretas no presente e no futuro deste blog.

Eu acionei o IntenseDebate pra fechar de vez os comentários e apenas aceitar de usuários registrados. Era o jeito de parar de ver o log crescendo de maneira estranha, o que em parte deu certo: o arquivo parou de crescer de maneira abrupta em algumas horas, mas ainda assim ele voltou a crescer de tamanho de maneira anormal. Então tive de desinstalar o plugin temporariamente pra saber o que pode estar acontecendo. Por hora, continuarei o usando o sistema padrão de comentários, mas sei que terei dias sombrios pela frente, até descobrir que problema é esse e tentar achar uma solução.







Apoie o Select Game pela tag da Epic Store


Se você curte o Fortnite, gostou deste artigo e/ou usa a Epic Store, apoie a gente, para continuarmos com o nosso trabalho! Use a tag RODRIGOFGLIMA dentro do Fortnite ou na loja da Epic Store.

Apoie um criador Select Game