Bom, ao visitar os meus blog me deparo com o post do Daniel sobre a proibição do Counter-Strike, e reproduzo abaixo um dos trechos:

Primeiro: o Procon não proíbe nada, coitado. Ele só cumpre ordens, faz as leis e/ou determinações judiciais serem cumpridas.

Segundo: Quem determinou que o tal jogo fosse proibido foi um juiz. Não foi o Procon e tãopouco o governo brasileiro.

Terceiro: Juízes não são políticos. Ninguém vota em juiz. Nenhum político indica juízes. Juízes fazem concurso. Qualquer idiota pode ser juiz, é só ser formado em direito e estudar pra caceta pra passar no concurso. Não precisa ser amigo de político.

Dessa vez o governo não tem nada a ver com o peixe, gente.Não estou defendendo o governo, apenas a verdade dos fatos. Vamos nos informar antes de sair gritando, vamos?

Então tenho de admitir o meu erro. Realmente o governo não tem nada a ver com isso. O problema é que a maioria associa a execução de leis ao governo, e por isso acabei associando que o governo fazia parte disso, o que não é verdade. Então rasurei meus textos anteriores, mas ainda assim considero a proibição absurda da parte do Sr. Juíz (que nem quero saber quem é).