Recentemente vi um post no Assopre a Fita que me chamou a atenção:

Suborno da Microsoft?

Basicamente o post é uma quase-cópia de uma notícia do OuterSpace, onde um jornalista recebeu, da Microsoft, um kit com produtos do Halo 3 avaliado em 800 dólares. Isso cai no problema do jabá, algo comum no meio musical (onde as gravadoras enviam mimos aos jornalistas para falarem bem das bandas).



É claro que o jabá nos games sempre existiu, mas tudo depende. Se acontecer de eu receber um kit desses, eu ficaria feliz, já que eu não precisaria desembolsar uma grana pelo game (mas não deveria exagerar!). Mas não quer dizer que eu iria falar bem do jogo, caso ele seja um jogo ruim. Se eu vou fazer uma análise, será uma análise e pronto!

Isso cai no caso das resenhas/posts patrocinadas que a gente anda vendo nos blogs fora da esfera gamer. Se alguma empresa me contactar e querer enviar prospectos de um game qualquer (além do próprio game, claro!) eu vou jogar o game e avaliar, mas vou avisar antes de que se eu não gostar, eu vou xingar o jogo ou não vou publicar a resenha, já que eu não vou dizer que certo game é uma maravilha, mas todos os outros jogadores acharam o game medíocre. É a minha credibilidade que está em jogo (ela sempre está em jogo em cada post, mas isso é assunto para outro post). E também que ver também se eu vou ter tempo de avaliar o game.

Mas no caso de Halo 3 é difícil, já que praticamente todos os sites sérios de games do mundo deram notas altas para o game. Tudo bem que eu posso realmente não gostar do jogo (se eu um dia jogar o mesmo, o que é bem difícil atualmente), e isso é a minha opinião, mas eu posso mudar de idéia.







Apoie o Select Game pela tag da Epic Store


Se você curte o Fortnite, gostou deste artigo e/ou usa a Epic Store, apoie a gente, para continuarmos com o nosso trabalho! Use a tag RODRIGOFGLIMA dentro do Fortnite ou na loja da Epic Store.

Apoie um criador Select Game