Uncharted - Trilogia - Imagem


Uncharted - Trilogia - Imagem

Em novembro de 2013 a Naught Dog confirmou que está desenvolvendo um novo game da série Uncharted, que será lançado para PlayStation 4. Com um teaser enigmático e sem o Nolan Noth (talvez para não estragar a surpresa de ser mais um game da série) podemos esperar uma evolução da série no novo console. Ainda estamos bem longe do lançamento (provavelmente será lançado só em 2015) e deve demorar para surgirem as primeiras infos, mas sempre é legal prever algumas coisas que podem ter no futuro. Ou apenas citar as melhorias das características principais da série.

Lembrando que teremos alguns spoilers dos jogos anteriores. Então não nos xinguem!



Novos protagonistas?

Esse é o ponto de maior controvérsia para muita gente. Será que o game funcionaria sem o Nathan Drake? Com um personagem bem carismático e um dublador oficial que conseguiu marcar a voz no personagem (é estranho escutar o Nolan em jogos “não-Uncharted”) então muita gente torceria o nariz. Aí podemos ter diversas situações: um prequel (por não ter tido uma numeração oficial, tipo Uncharted 4) com outros personagens, como um Sully mais novo, ou mesmo voltar bem no tempo e termos um novo aventureiro com poucos recursos tecnológicos, apesar dos games da série serem bem realistas e não terem detalhes futuristas ou mesmo armas mirabolantes.

Agora, se tivermos o Nathan Drake novamente, pode ser que ele apareça repaginado e mais velho, tendo diversas situações incomuns, como ter um visual parecido com o Geralt de Rivia (em The Witcher 3) ou mesmo careca igual ao Max Payne!

Melhorias na progressão single-player

Uncharted  3: Drake’s Deception tinha uma boa progressão, mas não chega perto do segundo jogo. Com cenários pouco inspirados, uma progressão mais curta que o normal e a ausência de um chefão final deixaram um gosto meio amargo na boca. A tão esperada sequência na areia se tornou meio maçante, e as fases no “cemitério de navios” são bem feias. Claro que outros jogadores podem ter curtido, mas o segundo game conseguiu aliar bastante ação e sequências bastante legais, como a do trem ou mesmo a parte do Tibet, tendo de abater um helicóptero. Claro que estender muito o game pode ser prejudicial e ficar maçante (como no Spec Ops: The Line, apesar dele não ser tão longo) e por isso eles tem de dosar bem essa parte.

Uncharted 3 Desert Screenshot

Gráficos impressionantes

Em matéria de visual, a Naught Dog conseguiu tirar leite de pedra do PlayStation 3. Todos os jogos da série principal e o The Last of Us exibem visuais impressionantes no console, e o The Last of Us consegue rivalizar com os primeiros games da “nova” geração atual que foram lançados recentemente no PlaySation 4 e no Xbox One. Com o PS4 não será diferente, e por isso podemos ver um visual ainda mais impressionante que games como o inFAMOUS: Second Son e o Killzone Shadow Fall, hoje 2 dos jogos com melhor poderio gráfico do console (lembrando que o inFAMOUS ainda será lançado em 2014).

Aliado aos gráficos, com o poder do novo console poderemos ver cenários mais destrutíveis e muitos efeitos de partículas e poeira, já presente na série. Ou mesmo simulações ainda mais impressionantes de água, que esteve bastante presente no terceiro jogo da série.

Uncharted 3 - Forest Screenshot

Melhorias no multiplayer

Apesar do multiplayer ser maneiro, convenhamos, Uncharted 3 acabou sendo “mais do mesmo” do segundo game, que conseguiu um multiplayer matador para a época. Mas será que a Naught Dog conseguiria inovar no multiplayer ou fazer com que os jogadores joguem mais a modalidade? Por ser um game de terceira pessoa e dela ter explorado diversos modos de jogo nos games mais recentes, será um desafio e tanto. Com os recursos de conectividade do PS4, poderemos ter melhorias no match-making, quem sabe montar as próprias partidas do jeito que quisermos (como no Assassin’s Creed IV: Black Flag) e quem sabe algum modo de co-op com enredo. Não o co-op normal presente nos jogos, mas algo como uma estória à parte e feito especialmente para o co-op com 3 ou mais jogadores, tendo capítulos regulares para manter o tempo de vida útil. E eventos regulares, como acontece nos multiplayers da série Assassin’s Creed.

_____

Por fim, tem jogadores que comentaram que não é tão necessário ter mais um game da série, e que a Naught Dog deveria fazer uma nova propriedade intelectual, seguindo a tendência de mudança de geração da empresa, que saiu da série Jak and Daxter no PS2 para a série Uncharted no Ps3. Só que a marca ainda é forte, e ter um game da série pode ajudar bastante nas vendas do PlayStation 4, que passou das 4.2 milhões de unidades vendidas (e está na frente do Xbox One, que tem 3 milhões de unidades). Como a Naughty Dog não entrega games medianos, podemos esperar um game marcante, mas só nos próximos meses para poder tecer mais comentários sobre isso, com o surgimento de novas informações em uma provável capa da Game Informer ou mesmo durante a E3 2014, nos dias 10 a 12 de junho.

E você? O que você poderia esperar do novo game da série? Deixe o seu comentário!







Apoie o Select Game pela tag da Epic Store


Se você curte o Fortnite, gostou deste artigo e/ou usa a Epic Store, apoie a gente, para continuarmos com o nosso trabalho! Use a tag RODRIGOFGLIMA dentro do Fortnite ou na loja da Epic Store.

Apoie um criador Select Game