Dmc Devil May Cry - Dante


Dmc Devil May Cry - Dante - Screenshot

Era uma vez um rumor de um game de ação da Capcom que poderia sair na PlayStation Plus. O rumor foi confirmado hoje, com o anúncio dos jogos de janeiro de 2014 para a Europa! O principal game é DmC Devil May Cry, jogo de ação da Capcom que veio como um reboot e é um dos melhores jogos do ano para este que vos escreve. Nele mostra um Dante mais jovem (e sem aquele visual emo da época do anúncio) indo atrás de Mundus, um demônio poderoso que tem controle sobre as pessoas e sobre o mundo.

Mundus controla a população através da propaganda e com uma bebida com características sobrenaturais. Quem sabe a verdade vira alvo e é taxado de terrorista, como o Dante e o seu irmão gêmeo Vergil, que lidera uma organização chamada “A Ordem”, que quer acabar com o Mundus. Dante então descobre que é um Nephilim, filho do demônio Sparda e do anjo Eva. Por ser um amor “proibido”, Sparda, que era o braço-direito de Mundus, acaba exilado para outra dimensão e a Eva é morta pelo demônio. Quando Dante descobre a verdade o herói decide ir atrás dele, enquanto vai adquirindo novas armas e habilidades pelo caminho, com fases urbanas em dimensões paralelas e similares à realidade atual. Caso queira saber mais, leia a nossa análise!



Além do DmC também teremos o Borderlands 2 no PlayStation 3 (acompanhando a PS-Plus americana) e no PS-Vita teremos o Soul Sacrifice e o Blazblue Continuum Shift Extend. Em Soul Sacrifice, segundo o UOL Jogos, o jogador tem a “habilidade de sacrificar ou salvar personagens, tanto inimigos quanto aliados. Cada ação traz um benefício diferente, e é possível escolher habilidades de sua preferência”. O game também tem um modo cooperativo com 4 jogadores.

Já o BlazBlue: Continuum Shift Extend foi feito pela Arc System Works (a mesma da série Guilty Gear) e é uma edição melhorada do BlazBlue: Continuum Shift, sequência do BlazBlue: Calamity Trigger. Segundo a Wikipédia, o enredo do jogo se passa após os eventos de BlazBlue: Calamity Trigger:

Alguns dias se passaram desde o ataque relatado pelo grisalho Ragna the Bloodedge, e a 13th cidade hierárquica de “Kagutsuchi” esquece de celebrar o Ano Novo, devido ao suposto envolvimento do “maligno” Ragna no bombardeio misterioso. Seu avistamento nas proximidades são a única coisa comentada pelos cidadãos. Novus Orbis Librarium não oferece nenhuma explicação oficial, e os cidadãos expressam suas próprias teorias, exagerando e espalhando boatos como se fosse um incêndio. O nome de Ragna está gravado na mente das pessoas. Indiferente ao estado da cidade,o homem de cabelo grisalho empunha sua enorme arma aguardando tranquilamente a hora de agir, esperando a chance de alcançar seu objetivo: encontrar o grande responsável pelos eventos que se seguiam até então, e o seu “verdadeiro poder” que já havia seduzido-o a muito tempo começa a ser liberado aos poucos.

No PlayStation 4 foi confirmado a retirada do Contrast e adição de Dont’s Starve para o console. O jogador é Wilson, um intrépido Cavalheiro Cientista que foi preso por um demônio e transportado para um misterioso mundo selvagem. Wilson deve aprender a explorar o ambiente e seus habitantes se tiver esperança de escapar e encontrar o caminho de volta para casa.

Recapitulando os games que serão adicionados na Plus para o mês de janeiro de 2014:

  • 24 de dezembro de 2013: DmC Devil May Cry (PS3)
  • 24 de dezembro de 2013: Borderlands 2 (PS3)
  • 24 de dezembro de 2013: Soul Sacrifice (PS-Vita)
  • 24 de dezembro de 2013: Blazblue Continuum Shift Extend (PS-Vita)
  • 08 de janeiro de 2014: Don’t Starve (PS4)

Jogos que serão removidos da Instant Game Collection (recomendo ativar o quanto antes se for assinante):

  • 24 de dezembro de 2013: Grid 2 (PS3)
  • 24 de dezembro de 2013: Dragons Dogma Dark Arisen (PS3)
  • 24 de dezembro de 2013: Sonic and Allstars Racing Transformed (PS-Vita)
  • 08 de janeiro de 2014: Contrast (PS4)

Agora que temos o Devil May Cry não há mais rumores de jogos antigos, apesar de que sempre pode acontecer do jogador comprar algum game por um valor mais em conta e depois ver ele aparecendo na Plus mais cedo ou mais tarde. Temos um mês bem interessante para os europeus e não muito interessante para quem tem a Plus americana e a europeia, por serem jogos já disponibilizados. Mas a adição de novos games é sempre bem-vinda, ainda mais que agora a Amazon da Inglaterra está vendendo cards digitais da PSN europeia. Só os preços podem ficar meio salgados para o consumidor brasileiro, e aí apenas a Plus é mais interessante do que pegar os jogos por lá (mas acabei comprando o Ni No Kuni na PSN Store europeia anteriormente, por estar mais barato na época).