PlayStation All-Stars Battle Royale - Kat vs Sly Cooper - Index


PlayStation All-Stars Battle Royale - Kat vs Sly Cooper

A Sony anunciou a listagem dos jogos gratuitos para a PlayStation Plus em setembro de 2014. E virtualmente ela nos jogou um balde de água gelada, pois temos um dos meses mais inexpressivos de todos os tempos. Veja:

  • Velocity 2X (PS4, PS Vita)
  • Sportsfriends (PS4, PS3)
  • PlayStation All Stars Battle Royale (PS3, PS Vita)
  • Hoard (PS3)
  • Joe Danger (PS Vita)
  • TxK (PS Vita)

A listagem acima é a mesma tanto da PlayStation Plus americana quanto a europeia, e cada jogo terá todas as plataformas disponibilizadas. Até o momento o PlayStation.Blog nacional não anunciou os games nacionais, e segundo a assessoria de imprensa da Sony, a listagem oficial deverá ser publicada até esta sexta-feira (29 de agosto).



Quanto à listagem (com o destaque no PlayStation All Stars Battle Royale, uma cópia de menor qualidade do Super Smash Bros), a minha decepção só deu uma diminuída após ler uma opinião de um jogador no post do PlayStation.Blog americano, que deu um argumento impossível de rebater: a PlayStation Plus é o serviço premium da Sony que custa 50 dólares ao ano, e cada mês a Plus custa em torno de 4,17 dólares (R$ 8,34 para a Plus BR), um custo bem baixo e menor do que o custo normal dos jogos acima. A questão maior é que a gente sempre espera um mês maneiro ou um game foda (mesmo que seja um jogo antigo), e quando vem uma listagem mais inexpressiva, a decepção é geral, e não tem como a gente argumentar com a Sony nesse quesito, pois são 6 jogos de graça todo mês. Outro detalhe é a questão que todo mundo evita responder: você consegue jogar tudo que eles disponibilizam de graça todos os meses? Eu já entreguei os pontos nessa parte, e para alguns jogadores será mais um mês pra terminar o backlog pendente dos games disponibilizados nos meses anteriores.

Agora é esperar até outubro de 2014, e o único game confirmado é o DRIVECLUB, que terá uma versão menor e de graça, tendo 10 carros e corridas em apenas 1 país, tendo 5 pistas com 11 variações, além do acesso aos modos online e offline. Não sei se daria pra considerar esta versão gratuita do DRIVECLUB como “jogo grande”, pois esta versão está mais como uma demonstração estendida do que um jogo grande de PlayStation 4. E os jogadores estão clamando para ter um game “não-indie” no console next-gen da Sony, mas acho que nessa parte as produtoras podem não estar tendo tanto interesse. E da parte da Sony, jogos grandes delas só tem 3 até o momento: o Knack, Killzone: Shadow Fall e o inFAMOUS: Second Son. Ela não vai matar as vendas desses jogos ainda, pois apesar da Plus ser um serviço pago (e certamente as produtoras devem receber algum retorno financeiro da Sony ao disponibilizar os jogos de graça pros jogadores) quando o jogo vai pra Plus ela praticamente mata as vendas dos jogos, mesmo que o jogo saia posteriormente do catálogo. E os jogadores antigos aproveitam a a disponibilidade pra ativar as cópias digitais e vender as versões físicas, jogando mais cópias usadas no mercado (além do valor reduzido dessas versões, isso se ele conseguir vender o jogo, e normalmente isso só ocorre após o game sair de catálogo).