Saiu hoje em diversos lugares as primeiras infos de Dark Souls, o sucessor espiritual de Demon’s Souls, o melhor RPG já desenvolvido para o Playstation 3. As infos são da Famitsu, o primeiro lugar que previ que sairiam as informações, por ser um RPG da From Software, empresa sediada no Japão. Mas antes das infos vamos à primeira scan que já caiu na rede:



A primeira info, talvez uma das mais importantes, é que este será o nome oficial, a melhor escolha das patentes que a Namco Bandai registrou em alguns lugares do mundo. Segundo que o jogo será mais difícil que o seu “antecessor espiritual”. Como é que é?

Já prevíamos isso!

Quem jogou Demon’s Souls sabe da sua característica sádica, principalmente com certos chefes insanos, onde um deles queima como o fogo do inferno e outro mora numa ponte entre 2 torres… Como é que diabos o Dark Souls vai ser mais difícil? Colocando 3 cavaleiros esqueléticos negros com 2 katanas numa ponte estreita e sendo a única rota? Dois dragões ao mesmo tempo? Morrer e começar toda a campanha principal (Alô The Witcher 2!)? A criatividade rola solta aqui, e obviamente alguns jogadores vão reclamar, mas se o game fosse mais fácil teríamos mais reclamações:

Saudade da época do Demon’s Souls! O primeiro foi hardcore, este nem tanto. Dungeon moleza de passar…

Chefe fácil. Cadê a dificuldade, From Software? Vocês erraram a mão nesse!

Voltemos às infos. O game não terá nenhuma ligação de estória/mundo com o Demon’s Souls (se tivesse teria de chamar Demon’s Souls 2!), e o gameplay será similar ao dos RPGs clássicos, com os elementos criação de personagens, aquisição de armas e itens nas fases e evolução do personagem em níveis.

O jogo também manterá outra característica marcante do Demon’s: a questão do aprendizado do jogador e dele aprender com os erros. Oras, se você está numa fase e morre numa determinada sala, na próxima incursão você estará mais preparado e saberá que naquela sala estará aquele inimigo forte ou saberá que deverá ter mais cuidado. Como em Demon’s Souls você tem mesmo medo de morrer (a morte significa perder suas grana almas e voltar ao começo com todos os inimigos de volta) qualquer vitória contra um inimigo poderoso ou um chefe é digno de nota. O coração gela quando você vê aquela caveirinha com as 2 Katanas saltitando sorridente na sua direção, mas ao derrotar ela com o coração na boca e jogando em pé no meio da sala/quarto é uma sensação de triunfo indescritível. Quem jogou sabe do que estou falando!

O jogo terá uma área maior para se explorar e os campos serão contínuos. Se você está vendo algo longe poderá chegar e explorar, como uma fortaleza ou as muralhas de um castelo. Eles também mudaram a funcionalidade do Nexus, o local de ligação entre os mundos do jogo. Do Kotaku:

Em vez de uma “base” central com acessos separados a cada um dos mundos, agora tudo será interligado em um grande mapa, e a exploração desse novo universo será um dos principais elementos de Dark Souls

Do Eurogamer:

Tal como Demon’s Souls, Dark Souls começa também numa grande base. À medida que forem progredindo vão encontrar bases menores.

Essa base “pequena” pode ter sido mostrada no primeiro trailer, onde tem os personagens sentados perto de uma fogueira:

O sistema inicial de classes será removido e a idéia “é eliminar qualquer coisa que possa interferir na liberdade e no estilo de jogo de cada um”. O jogo também terá uma grande variedade de movimentos e habilidades especiais, junto com muitas magias, armas e tipos de item, onde o jogador poderá seguir um determinado estilo, algo que já acontece no Demon’s. Apesar da classe Royal ser a mais potente, acabei aprendendo a jogar como Knight e decidi seguir por este caminho. Talvez neste eles querem que o jogador teste os tipos diferentes de combate pra escolher um que ele aprenda a dominar, e não ficar preso à classe que ele escolheu inicialmente. Recomeçar um game em outra classe depois de 40 horas de jogo é uma decisão que poucos teriam coragem de tomar.

Também não existirá mais as tendências de mundo e da parte online, eles não deram muitos detalhes, mas teremos um multiplayer competitivo e cooperativo, onde você poderá pedir a ajuda de outros jogadores caso esteja em apuros. Não teremos mais a diferenciação entre os fantasmas azuis e os negros (ou seja, você pode não saber se aquele cara que está ajudando no final das contas quer ferrar com você!), os jogadores poderão ver a “sombra dos mortos” (e não apenas a poça de sangue?!?) e o sistema de mensagens do Demon’s Souls voltará, o que também é legal, avisando o jogador do perigo mais adiante.

Dark Souls não tem data de lançamento mas poderá sair ainda este ano. O jogo será exclusivo para o Playstation 3 no Japão e será multiplataforma aqui no Ocidente, saindo para o PS3 e o Xbox 360.

[Via Fórum Neogaf, Andriasang, Eurogamer e Kotaku Brasil]







Apoie o Select Game pela tag da Epic Store


Se você curte o Fortnite, gostou deste artigo e/ou usa a Epic Store, apoie a gente, para continuarmos com o nosso trabalho! Use a tag RODRIGOFGLIMA dentro do Fortnite ou na loja da Epic Store.

Apoie um criador Select Game