Com os rumores do codinome do PlayStation 5 circulando esta semana, vira e mexe vem à tona que tipos de jogos poderiam ter para o PS5. Com algumas produtoras remasterizando os seus jogos, além da chance remota de vermos retrocompatibilidade com o PS4 (mas se tivesse seria ótimo pros consumidores) fico imaginando quais jogos poderiam ir pra plataforma.

Mas alguns deles são fáceis de prever: Cyberpunk 2077, o Elder Scrolls 6 e o Starfield. O primeiro é o da CD Projekt Red e já está garantido na geração atual de consoles (PS4, Xbox One e PC), mas os outros 2 não. Os jogos são da Bethesda e foram anunciados este ano na E3, mas estão em estágios iniciais de desenvolvimento. O novo Elder Scrolls é praticamente uma aposta cerca, mas também teria a possibilidade do jogo sair nos consoles atuais: com o Skyrim saindo pra muitas plataformas, é natural vermos a produtora deixar o jogo bem multi-plataforma, mas ainda é difícil dizer.

Elder Scrolls VI - Localidade - Visão Aérea

Elder Scrolls VI

Outros jogos seriam curiosos de sair, mas que poderiam levar a base de usuários pras novas. Um Destiny 2, com uma versão trazendo gráficos melhorados, um Overwatch (da Blizzard), Fortnite e o Warframe, e até mesmo o GT Sport. Mas no caso de Gran Turismo é mais fácil do sucessor dele sair (um provável GT7).

Além disso, com o anúncio do Ray Tracing em tempo real da NVIDIA, diversos jogos podem usufruir de novas tecnologias gráficas dos novos consoles com prováveis lançamentos. Battlefield V, Anthem e até mesmo um novo Project CARS que poderia ganhar uma terceira versão, além de novos Call of Duty, por eles saírem todo ano. Aliás, um Call of Duty anual ajudaria bastante nas vendas iniciais de um novo console.

Battlefield V rodando na Geforce RTX 2080 - Imagem de vídeo de gameplay

Battlefield V

Por hora ainda não há uma previsão da Sony anunciar um novo console, mas o meu palpite é dela anunciar apenas em 2020. Talvez ela poderia anunciar algo ano que vem, com lançamento no ano seguinte, mas ainda falta a AMD anunciar os novos chips gráficos que devem alimentar os novos dispositivos. Também temos de botar na equação a realidade virtual, e pelo menos desta vez os consoles devem vir com suporte melhor a isso, pelo menos em Full-HD. E pros gráficos normais o 4K pelo menos.