Rainbow Six - Siege - Gameplay Screenshot Full HD - 1920x1080


Esqueça todos os jogos de tiro que você já jogou na geração atual e na anterior. Esqueça aqueles jogos onde você é levado na mãozinha e tem a vida recarregada automaticamente após alguns segundos. Esqueça os FPSs lineares, de rota única. Rainbow Six: Siege é um jogo diferente de tudo isso. Uma aposta bem corajosa da Ubisoft, que acabou transformando a série Assassin’s Creed em uma sequência anual, mas que inova pouco a cada jogo lançado, mas que, por vender bem, consegue financiar experimentações menores e maiores. Como o Siege, que veio mais como um “Counter-Strike” next gen.

Ficha Técnica
Produção Ubisoft
Desenvolvimento Ubisoft Montreal
Lançamento 01/12/2015 (EUA/Brasil)
Plataformas PlayStation 4, Xbox One, PC
Classificação 16 anos (Brasil)
Gênero FPS/Ação
Descrição Jogo de tiro em primeira pessoa competitivo e cooperativo, com 2 equipes de 5 jogadores se enfrentando em partidas diversas, invadindo e defendendo locais e cumprindo objetivos diversos
Online Sim.
Música/Compositores Paul Haslinger, Ben Frost
Idiomas Português (Dublagem e Legendas)
Aquisição/Versão Testada
Versão cedida para review, de PS4
Progressão 6 cenários completos (de 10), 6 agentes destravados e diversas partidas de multiplayer. Em torno de 12 horas jogadas até o momento.

Rainbow Six - Siege - Gameplay Screenshot Full HD 02 - 1920x1080

Em essência, Rainbow Six: Siege é um FPS online competitivo, mas com cooperação. Você tem 5 jogadores em uma equipe, e 5 em outra equipe rival, tendo de vencer um objetivo específico na rodada, com os confrontos ocorrendo normalmente dentro das edificações. A associação com o Counter-Strike clássico vem a tona, onde os jogadores se enfrentam em cenários diversos, mas sem ter as mamatas clássicas de outros jogos de tiro. Você consegue matar um inimigo facilmente, mas consegue morrer rapidinho, sem ter vida recarregada. Você tem de planejar rapidamente uma estratégia de defesa e impedir que o time rival cumpra o objetivo. Você tem de invadir uma sala com o máximo de eficiência possível, para conseguir vencer a rodada.



Para pegar as manhas básicas do jogo, Siege oferece os Cenários. São locais onde o jogador enfrenta inimigos com inteligência artificial, cumprindo objetivos diversos e com um personagem escolhido. Aqui entra uma curva de aprendizado rara de se ver nos jogos hoje em dia. A inteligência artificial dos inimigos é aprimorada, e por mais que eles tenham locais específicos e rotas pré-determinadas, a cada tentativa sempre te reservará algumas surpresas. Os locais são abertos, com o jogador podendo testar diversas abordagens, desde rapel e entrar numa janela, tentar entrar por uma entrada nos fundos, uma garagem, uma abordagem maios furtiva, usar os recursos que o jogador terá na fase ou ir de frente.

Rainbow Six - Siege - Gameplay Screenshot Full HD 03 - 1920x1080

Mas como acontece com as partidas no multiplayer, aqui não tem vida que será recarregada, o que torna um exercício de repetição (caso você tenha sucesso em determinada abordagem) e frustração, quando você está com vida cheia, passa por uma porta de uma sala que estava cheia de inimigos, eles te metralham pela parede e sua abordagem perfeita vai por água abaixo. Ou quando você vai com tanta sede ao pote em um telhado que esquece que tem de fazer rapel e cai com o seu refém edifício abaixo, morrendo e falhando na missão. Sem checkpoints, sem choro nem vela. É recomeçar e fazer melhor!

Ao fazer os cenários ou fazer algumas partidas de multiplayer, você ganha pontos de credibilidade, que são usados para comprar novos Agentes, que são os personagens do FPS. Cada agente tem suas habilidades específicas, sendo alguns ideais para certas missões, outros mais complexos e mais recomendados para jogadores mais experientes. A cada agente comprado, o próximo agente da facção fica mais caro, e aqui entra uma questão difícil pra o jogador iniciante. Até que nos cenários contra a IA o jogador consegue testar algumas classes, mas comprar um personagem às cegas e depois se arrepender, sem poder voltar atrás ou testar tudo, se torna um pouco frustrante, até você comprar outro personagem que seja mais o seu estilo.

Rainbow Six - Siege - Gameplay Screenshot Full HD 04 - Rapel

Mas a parte onde o jogo realmente prova o seu valor é na questão do co-op com comunicação por voz. Pela nova geração parear o jogador com jogadores que morem em localidades próximas, é comum você ter partidas apenas com brasileiros, e se eles usarem um headset, vocês conseguem bolar uma estratégia mais eficiente de invasão e/ou defesa. Ou mesmo se você morre, mas tem acesso a câmera e pode identificar os inimigos, tanto com marcações, quanto por voz mesmo, que pode fazer diferença nas partidas e conseguir virar o jogo.

Só que é aquele negócio: o jogo é muito mais competitivo e estratégico do que os multiplayers clássicos da série Call of Duty, o Destiny ou um Battlefield. O jogador tem de apelar para a furtividade e pensar bastante antes de invadir um local, olhar sempre todos os ângulos, encontrar um lugar decente pra se defender, ter boa mira e, às vezes, ter alguma sorte. Fazer uma estratégia clássica também pode induzir a um erro, pois em um cenário você pode invadir pelo topo do edifício, entrando em uma abertura, mas você pode “dar a dica” para os outros jogadores, e estando de defensor, você pode comentar que “opa, os caras podem invadir pelo teto, tenham isso em mente”, o que acabou acontecendo, e deu uma certa vantagem pra gente, matando alguns jogadores mais apressados.

Da parte técnica, o game tem um visual razoável no PS4, mas nada que faça você parar para “apreciar a paisagem” (diferente de uma iluminação soberba do Battlefield 4 em diversos momentos). Mas o sistema de destruição de cenários impressiona, com o jogador podendo destruir uma pequena fresta em uma barricada de madeira para ter um ângulo de visão do outro lado, explodir uma parede ou mesmo abrir uma abertura no chão para ir no andar de baixo. Os efeitos de partículas e fumaça também impressionam, apesar de não ser tão frequentes, dependendo das partidas. Só a parte do volume da dublagem brasileira que deixou um pouco a desejar, ficando meio baixo em comparação com o volume básico do jogo.

Rainbow Six Siege - Wallpaper Full HD - 1920x1080

Rainbow Six: Siege é um jogo voltado para quem quer algo mais realista e cooperativo/competitivo. Os cenários são desafiadores e podem ser frustrantes, mas em essência o jogo é um FPS online entre 2 equipes se enfrentando em partidas rápidas. O jogo tem uma pegada boa de e-Sports por conta de seu caráter competitivo, mas é um desafio enorme concorrer com medalhões como o Counter-Strike: Global Offensive, hoje o FPS mais usado nas competições online.

Siege não é um jogo para qualquer jogador, e seu tempo de vida útil pode acabar sendo bastante curto, se o jogador não tiver paciência para apreciar ele e querer algo mais acessível. Nessa época de final de ano/início de 2016 com muitas opções de games, eu recomendaria pensar bem antes de gastar o preço cheio no Siege, pois o custo-benefício não é tão atraente (ainda mais nas versões físicas). A Ubisoft também terá um desafio enorme para que o game não se torne um novo Evolve ou um novo Titanfall, que começaram bem, mas que acabaram morrendo aos poucos (e no caso do Evolve, o jogo acabou morrendo rápido demais, deixando de ter burburinho pouco tempo após o lançamento).

Rainbow Six - Siege - Gameplay Screenshot Full HD - 1920x1080