Resident Evil 7 – Uma aposta ousada e acertada em primeira pessoa | Análise

Resident Evil 7 - Wallpaper Full HD House - 1920x1080


Confesso inicialmente que ao saber do novo estilo de jogo da franquia Resident Evil me fez torcer o nariz. Primeira pessoa, o retorno ao terror de maneira mais intimista e um protagonista até então inédito deixou muitos jogadores apreensivos. Mas era mesmo a hora da Capcom revitalizar a franquia e eles optaram por uma mudança radical, e com isso temos uma das maiores surpresas desta geração atual de consoles e PC.

A Capcom fez uma jogada ousada e perigosa em Resident Evil 7, saindo do que estávamos acostumados na série, que chegou a ter diversos estilos mudados ao longo desses anos. Se hoje o estilo classicão da série acaba sendo muito robótico, e com o Resident Evil 4 ao 6 eles tiveram um estilo de mais ação e menos terror, aqui temos um pequeno misto dos 2, mas com bem mais suspense.

Resident Evil 7 - Interior da Mansão

O enredo é centralizado em Ethan, um rapaz que vai até uma antiga residência no meio da mata após receber uma mensagem de vídeo da namorada, Mia, que pediu pra ele ficar longe de tudo. O rapaz, claro, quer saber o que aconteceu e vai até a localidade resgatar a moça, e aqui começam os problemas. Após um início um pouco traumático ele conhece a família de Jack, um pai de família que começa a aterrorizar o protagonista, que tem de fazer de tudo para conseguir se safar, tentando descobrir o que aconteceu.

Tanto o início do jogo, quanto toda a parte inicial o game traz um estilo mais voltado ao suspense, com o protagonista tendo de escapar do Jack e coletando equipamentos e resolvendo puzzles durante a aventura. Durante a aventura ele começa a ficar por dentro do que aconteceu ao coletar fitas de vídeo, com flashbacks extras jogáveis, além dele enfrentar alguns tipos de inimigos que vão aparecendo durante a aventura. Então começam a surgir os famosos elementos da série, desde o inventário limitado, os kits de primeiros socorros, as famosas chaves específicas pra abrir determinadas portas, entre outros.

RESIDENT EVIL 7 - Biohazard - PS4 Screenshot 01

Claro que por estar em primeira pessoa a Capcom conseguiu alguns lances interessantes, e outros nem tanto. Os itens estão mais escondidos nos cenários e o visual dos cenários do jogo é de cair o queixo, tanto internamente, quando externamente, apesar da maioria das locações ser internas. Quanto à jogabilidade, o game tem altos e baixos, talvez por ser mais focado em horror de sobrevivência. A munição é escassa e o jogador consegue avançar com uma certa tranquilidade, mas existem alguns momentos que podem se tornar frustrantes caso o jogador não tenha muita paciência. Nessas horas eu recomendo parar e tentar em outro momento, pois o jogo pode ser meio desgastante, ainda mais em alguns trechos perto do final do jogo.

Resident Evil 7 acaba sendo uma experiência relativamente curta, mas que pode ser estendida caso o jogador compre os DLCs ou tente platinar o game. A campanha principal leva em torno de 10 a 15 horas, dependendo do estilo do jogador, e o jogador pode continuar com o inventário intacto nas outras dificuldades, também adquirindo outros equipamentos pelo caminho e terminando o game novamente em uma speed-run. O game já tem alguns DLCs disponíveis, mas um deles será lançado posteriormente de forma gratuita, e me instigou bastante a retornar ao jogo futuramente para saber o que realmente aconteceu no universo do game.

RESIDENT EVIL 7 - Biohazard - PS4 Screenshot 02

Vale a compra?

Se você tiver grana sobrando e é muito fã da franquia, o jogo é altamente recomendado, mas pela curta duração do game, e com tantos jogos sendo lançados para este início de ano, talvez seja interessante esperar um preço mais camarada. Gostei bastante do game, mas não fiquei instigado a recomeçar o jogo em outras dificuldades, pois ele é desgastante em alguns momentos por conta de algumas falhas na jogabilidade e no confronto contra os inimigos e chefes (que são bem desafiadores, aliás).

Independente disso, a Capcom acertou em mudar a orientação de jogabilidade da franquia, deixando-a em primeira pessoa, e sendo um caminho promissor a seguir em futuros jogos da série, ainda mais se vermos personagens clássicos e conhecidos reaparecendo posteriormente. Lembrando que teremos a animação Resident Evil: Vendetta no meio do ano, trazendo o retorno de Leon Kennedy e Chris Redfield à ação.

Resident Evil 7 - Wallpaper Full HD House - 1920x1080