Um dos maiores destaques desse mês foi o ‘anúncio’ de Metal Gear Solid 5 , feito pelo grande Hideo Kojima na Official PlayStation Magazine UK. E como todo mundo sabe que jornalistas em geral adoram controlar a informação, a informação na verdade era um ‘brinks’.

Meu objetivo aqui é dar para você, querido leitor do Select Game, um resumo desta entrevista com a mente brilhante por trás de Metal Gear. É para esclarecer tudo e por que eu sou fã de carteirinha desse cara, se não deu para perceber ainda.



Obsessão em matar Solid Snake e acabar com tudo

Na verdade ele (Kojima) queria acabar a história de Snake em Metal Gear Solid 2, mas por motivos de força maior ele prolongou até o MGS4. Guns of Patriots seria também o último jogo de Snake, nesse caso ele morreria ali, para a tristeza dos fãs do espião Cobra Sólida. O problema era que todo mundo da equipe queria manter Snake vivo e serelepe fagueiro, por isso Kojima voltou atrás. Segundo ele, só está continuando a série pelos fãs, se continuarem jogando ele continuará a fazer mais e mais.

Kojima também fala muito desse dilema de ser tanto produtor como criador de tudo:

Sou um criador de coração, mas ao mesmo tempo eu tenho que administrar os aspectos financeiros disso tudo,saber como vender um jogo. Estou tentando achar esse equilíbrio – é bem delicado. Como você coloca o bastante para ter certeza que irá vender, enquanto remanesce fiel a sua visão?

O novo rumo da série com Metal Gear Solid Rising

Quando trailers e novas informações surgiram sobre um novo jogo de MGS com Raiden como protagonista, logo se suspeitava que seria um jogo diferente, já que Raiden estava com uma aparência estranha em MGS4. A maior surpresa de todas foi quando anunciaram que Kojima não seria o diretor de MGS Rising, apenas seria o produtor juntamente com Yuji Korekado. Na verdade quem deu a idéia foi a próprio grupo, queriam um jogo onde o Raiden fosse o protagonista mais uma vez, contando como ele ficou todo cibernético.

Até a história não tem parte do Kojima, segundo ele se ele lesse algum coisa do roteiro imediatamente pararia todos os seus projetos e se dedicaria 100%. Mas se algo ultrapassar e não for mais Metal Gear ele saberá, apesar de tudo ele ainda participa de algumas reuniões e dá palpite.

O ‘problema’ agora é exatamente esse, Rising é basicamente uma nova experiência jamais vista na série.

Se alguém acha que ‘amo Snake’ e só quero aquela velha experiência stealth, será bem difícil jogar Rising. Mas se alguém é aberto a novas experiências, não sera nenhum empecilho. Quem gostou de Raiden em MGS4 vai gostar dele em Rising, mas é gosto pessoal

Mas e aí Metal Gear Solid 5 sai ou não?

Mesmo sabendo o final simplesmente sensacional de Guns of Patriots, sempre tem alguém que pergunta: ‘Mas e aí? Vai ter Metal Gear 5?’. É que nem Partoba (péssima comparação, desculpa). A resposta foi a mesma de sempre, ele provalvemente vai ter que fazer, só não sabe quando. Para ele é mais fácil ter uma idéia bacana no começo e depois dá um final para não ficar ‘martelando’ e saturar de vez.

Ou seja teremos Metal Gear Solid 5, só não sabemos quando isso vai acontecer.

Project Ogre e projetos futuros

A grande novidade da entrevista é o novo projeto de Hideo Kojima chamado apenas de ‘Ogre’. Ele não falou muito mas disse que será algo totalmente diferente do que ele já fez como game designer e ainda disse que de primeira vista sera algo já visto, mas quando você engata será uma nova experiência.

Não veremos o Project Ogre tão cedo, já que será um game muito trabalhoso. Então é bem possível ver Kojima lançar outros games antes do lançamento oficial de Ogre, como o Rising.

Quem sabe futuramente um novo Zone of Enders? Ou Policenauts? Snatcher?

(Fonte e imagem do post: OPM UK 1,2,3,4 e 5)







Apoie o Select Game pela tag da Epic Store


Se você curte o Fortnite, gostou deste artigo e/ou usa a Epic Store, apoie a gente, para continuarmos com o nosso trabalho! Use a tag RODRIGOFGLIMA dentro do Fortnite ou na loja da Epic Store.

Apoie um criador Select Game