Supergirl - Flying

Paganini Mixer

Supergirl - Melissa Benoist - Roupa Oficial

Com o vazamento precoce da série da Supergirl, que estreará no canal CBS em novembro, a série sofreu o mesmo problema que Constantine, Flash e Game of Thrones. Dessas, Game of Thrones está tendo uma temporada razoável, mas uma das melhores série que assisti nos últimos meses foi o reboot de The Flash, junto com a série do Demolidor (da Marvel). E que acabou sendo, de certa forma, um complemento para o Arrow. Para o universo da DC, claro, a série da Supergirl poderá ter complementos, mas por ser de canais diferentes, provavelmente eles vão isolar a série, mas certamente não vão deixar as referências de lado, principalmente na mitologia de Krypton.

A série acompanha Kara Danvers, que foi enviada para a Terra para proteger o Kal-El (que viraria o Clark Kent/Superman), mas a sua nave acabou ficando na Zona Fantasma, um local onde não ocorre a passagem do tempo, mas quando a nave tomou o rumo e foi pra Terra, ela já pousou na Terra com o Superman já adulto, e que não precisaria mais de proteção.



Como de praxe, ela acaba optando por esconder os seus poderes, indo trabalhar, já adulta, na Tribuna de National City (acho estranho ter esses nomes pras cidades de diversos heróis, com Central City e Starling City…), um jornal local, mas ela acaba fazendo o básico para a chefe, uma mulher arrogante e poderosa.

Supergirl - Kara e James Olsen

Após um encontro malsucedido, ela assiste na TV que um avião estava perdendo altitude, e decide agir, sendo o primeiro salvamento que ela faz, sem o traje oficial. Salvando o avião, ela começa a ficar mais animada com a ideia de ajudar as pessoas, não sem antes pedir a ajuda de um amigo do emprego (e uma espécie de confidente), que ajuda ela com a escolha oficial do traje oficial, com o brasão da família, e o brasão famoso do Superman.

Com essa exposição, outros alienígenas poderosos que também aparecem na Terra decidem começar a agir, e ela também descobre que a sua irmã de criação trabalha para uma agência secreta que monitora (e combate) seres alienígenas. Tipo a SHIELD, mas menos famosa. O primeiro inimigo dela é o Vartox, que esteve preso em uma prisão situada na Zona Fantasma, e que tem também superpoderes, como mais força, e usar um machado especial e capaz de ferir a heroína.

Supergirl - Vartox

De certa forma, o episódio seria mais light, como previa a prévia divulgada pela CBS nas últimas semanas. Mais próxima de “The Flash” e mais distante de Arrow, que tem uma pegada mais sombria, e inicialmente achei o episódio meio deslocado. Claro que eles optaram por trazer algo “mais enxugado” e sucinto,  e por ser um piloto, certamente eles capricharam bem para conseguir a aprovação da série. Eles também deixaram alguns ganchos para os próximos episódios, já mostrando os principais vilões no final do episódio, um estilo próximo ao mostrado no The Flash, com toda a parte do Harrison Wells (mas que não quer dizer que isso será usado nos próximos episódios).

Só que é aquele negócio: pelo piloto ter vazado, então a audiência do primeiro episódio, quando ele for exibido, pode acabar ficando prejudicada. Só que com o The Flash não teve muito esse problema, com a audiência correspondendo, que foi renovada para a segunda temporada. Com a série da Supergirl, é a quinta série recente baseada no universo da DC, que tem o Arrow, Flash, Gotham e a futura série Legends of Tomorrow, que terá diversos heróis e vilões que participaram de Arrow e Flash. É esperado que a série evolua nos próximos episódios, mas ela terá uma pegada mais “teen”, por conta do apelo da personagem. Também será interessante ver a convivência dela com alguns personagens mais próximos e que já conhecem a verdadeira identidade da Kara, que podem auxiliar ela durante as suas missões com a agência secreta que combate os alienígenas perigosos. Principalmente a principal vilã da série.

Supergirl - Flying

Supergirl - Kara Danvers - CBS Series - Screen