Bom pessoal,

Como já deu pra perceber, sou o que chamam por ai de “caixista”, o que é deverás engraçado, uma vez que os consoles que mais joguei na vida foram um PsONE e o saudoso PS2, o PsOne cheguei a comprar 2, afinal não sobrava tempo suficiente pra jogar meus 2 irmãos e eu.

Confesso que joguei pouco o PS2, período atribulado da vida, com trabalho, faculdade, namorada e etc., mas lembro de ter tido bons momentos com ele.



Foi então que em meados de 2010, após quase 4 anos sem jogar vídeo game, decidi adquirir um console de última geração, em minha cabeça a escolha era clara, o PS3, afinal de contas, eu nunca fui muito fã dos consoles da Nintendo, e não botava muita fé no Xbox 360.

Na ocasião, um amigo estava nos EUA e questinou seu eu queria alguma coisa, na hora perguntei o preço do PS3 e ele me respondeu com um sonoro  U$499,00 havia apenas um modelo na bestbuy, era uma edição mega-especial e tudo mais, porém não cabia no meu bolso, então deixei de lado, no dia seguinte, alguns amigos foram ao Shopping e compraram o Xbox 360, aproveitei e no mesmo dia procurei conhecer um pouco mais sobre o concorrente.

Posso dizer que foi amor a primeira vista, o controle era perfeito, a live envolvente e os exclusivos simplesmente maravilhosos, na mesma hora liguei para meu amigo e perguntei, tem Xbox aí? ele me diz, opa! por apenas U$149,00 é, não teve jeito, aí o amor realmente foi maior! afinal, desempregado e louco pra jogar, essa era a saída.

O que posso dizer é que após 3 anos, tanto o aparelho quanto a Microsoft não me desapontaram, me diverti muito com o 360 tanto que ano passado ao comprar o PS3 consegui apenas jogar 1 jogo inteiro, de resto foram apenas testes e filmes blu-ray, a verdade é que eu não precisava de outro console e o PS3 não tinha condições de competir com meu 360.

Legal, passado tudo isso chegou o esperado dia 21.05.2013, onde finalmente eu conheceria o sucessor do 360, e o que posso dizer? no minuto final da apresentação eu já sabia qual seria o meu console, o Xbox One.

xbox-one_box

Claro que minha vida não tem sido fácil, e nos últimos dias a Sony resolveu dificultar ela ainda mais ao utilizar premissas que agradaram em muito o mundo dos games!

Mas isso em algum momento me fez mudar de idéia? definitivamente não, e por que eu digo isso? bem por causa de alguns pontos bem especificos a minha utilização do console, vamos a eles:

Conexão diária: Não sei quanto a vocês, mas não lembro a última vez que meu 360 foi ativado sem uma conexão, isso já uma realidade para mim, não consigo ligar o console e ver ele off-line, sem as news, saber quem está jogando, pegar a últimas atualizações dos meus jogos favoritos e etc., portanto essa “obrigatoriedade” não irá me afetar em nada, e acredito que não irá afetar tantos outros milhares de pessoas.

Restrição à usados: Mais uma vez falando por mim, não me senti ludibriado ou afetado com essa política, visto que não tenho o costume de emprestar jogos ou de comprar os mesmos usados, sei lá, não é por que tenho uma condição de vida alta, porque não tenho, é pelo simples fato de querer comprar algo novo, pô, me mato mensalmente pra ganhar uma miséria, portanto quando vou comprar um jogo, app, acessório e etc., tenho o direito de querer algo novo certo? Assim sendo, da mesma forma que compro app’s pro meu iPad, iPhone, PC e por aí vai, e não posso emprestá-los para um amigo/namorada/família e etc, porque ficar tão surpreso por não fazer o mesmo com um jogo? alias, acho que a maioria dos reclamões esqueceram que já não fazemos isso com jogos que compramos online, o jogo fica pra utilização única e exclusiva do console, todos os outros usuários do console podem utilizar, mas você não pode salvar o mesmo em um pendrive e emprestar pro amigo, em resumo, não me afeta em nada! e aposto que o mesmo acontece com a maioria de vocês.

Vale ressaltar que uma vez que essa questão se consolidar, quem garante que as produtoras continurão fazendo jogos para aqueles que não se enquadrarem nessa nova visão, sonho? claro que não, jogo dá muito dinheiro, e ao seguir essa linha, as produtoras vão ter muito, mas muitos mais lucro.

Acho que nossa briga tem que ser para diminuir o valor dos jogos, e não para que possamos fazer um mercado paralelo com eles, sonho? talvez, mas acho que vale a briga!

Eu fiz minha escolha, o Xbox One, será meu primeiro console da nova geração, e não só pelos itens que citei acima, mas principalmente por suas outras funções tais como integrar todos meus dispositivos visuais em um único aparelho, reconhecimento por voz, algo que já utilizo muito nos dias de hoje, e claro, a possibilidade de executar mais de uma função simultaneamente.

No fim, esse texto é a visão totalmente parcial de um jogador apaixonado por sua marca, mas por acaso, alguém aqui pode dizer que não é assim?

Acho que não!!! 😀