Unity3D Playstation

A engine mais interessante para estudar e desenvolver games na atualidade é a Unity. Tendo uma versão gratuita e uma versão paga com custo de 1500 dólares (um valor muito pequeno se comparar com a maioria das engines e frameworks disponíveis no mercado), ela está sendo usada tanto por empresas pequenas como grandes produtoras, usando em diversos projetos. Com ela, é possível desenvolver em uma plataforma e exportar para diversas plataformas, como PC, Android, iOS e cheguei a ver uma vez que também era possível exportar para o Playstation 3. Alguns games da plataforma chegaram a ser lançados na PSN, como o Rochard no PS3 e o Escape Plan no Playstation Vita, mas a plataforma não era tão usada para games das plataformas Playstation. Isso está prestes a mudar.

Saiu hoje no Playstation.Blog que a Unity Technologies fez uma parceria com a Sony, para que a ferramenta possa ser usada para criar games para todas as plataformas principais da atualidade da empresa, incluindo Playstation 4 (!!!), Playstation 3, PS Vita, PS Mobile e futuros serviços da Sony baseados na nuvem, com a tecnologia do Gaikai. No momento eles não deram muitos detalhes e eles comentaram que nem todas as plataformas já podem ser exportadas pela engine, mas acredito que isso será corrigido nos próximos meses. E segundo um press-release oficial, é necessário uma licença de desenvolvedor da Sony para poder comercializar os games, o que pode ser um dificultador para uma empresa pequena.



Ainda assim, acho que depois dessa nem compensaria muito investir tempo para estudar o framework Playstation Suite, pois a Unity tem muito mais abrangência, mais possibilidades e é, de certa forma, mais fácil (mas que ainda exige algum conhecimento em programação de scripts e linguagem C#). Para o desenvolvedor e estudante comum a licença pode sair meio cara no começo e é mais ideal usar a versão gratuita para estudar, mas se o desenvolvedor conseguir rentabilidade com algum game, o investimento fica mais interessante, além de dar mais poder de fogo para a equipe. A comunidade de gamedev só tende a ganhar com esta notícia, e já que a promessa da PhireEngine nunca se concretizou de fato (que seria um concorrente do XNA, mas ela sumiu do radar da maioria), a Unity vai suprir essa deficiência e se tornar cada vez mais usada por muita gente. E segundo o PS-Blog, muitas empresas grandes já estão usando a ferramenta em seus projetos, como EA, Ubisoft, Square Enix, Kabam e Nexon.

Caso queira saber mais sobre a Unity, confira o site oficial e nesta página tem um comparativo entre as versões paga e gratuita. Nesta outra página tem uma coletanêa de diversos jogos criados na plataforma.